Polícia investiga suspeita de violência doméstica envolvendo deputado federal de SC

A Polícia Civil investiga uma suspeita de violência doméstica envolvendo o deputado federal Daniel Freitas (PSL), que é de Criciúma, no Sul catarinense. A mulher dele registrou boletim de ocorrência no fim de semana. Por nota, o político negou que tenha agredido a esposa.

O registro do boletim de ocorrência por violência doméstica foi feito em Balneário Rincão, cidade localizada a cerca de 25 quilômetros de Criciúma. O caso é investigado pelo delegado regional, Vitor Bianco Júnior. Ele disse à NSC TV que o boletim de ocorrência foi feito com o delegado de plantão e que precisa se inteirar dos fatos para comentar o assunto.

A mulher, de 38 anos, é casada com o deputado há 10 e eles têm dois filhos.

Contraponto

Sobre o caso, o deputado disse em nota que:

O deputado federal Daniel Freitas afirma que em momento nenhum agrediu fisicamente sua esposa. O fato deu-se por motivações políticas entre ele e seu sogro, relacionadas a divergências partidárias, e que durante uma discussão os dois (deputado e seu sogro) entraram em vias de fato, resultando na intervenção de sua esposa no ocorrido, na tentativa de acalmar as partes

O parlamentar enfatiza, ainda que, a situação foi ocasionada pelo calor do momento, eles mantêm uma ótima relação, ressaltando que seu sogro é um homem honrado e de bem; inclusive já conversaram e, através de um pedido sincero de desculpas ao seu sogro e sua esposa, voltaram a se entender.

Ainda segundo a nota, o deputado não foi notificado ou intimado e está à disposição da Justiça para prestar esclarecimentos.

Fonte: G1 SC

Este artigo está em

Join the Conversation