Santa Catarina: mulher é morta a facadas após registrar boletim de ocorrência contra companheiro

Uma mulher de 32 anos foi morta com golpes de faca, na tarde de segunda-feira (25), no bairro Jardim Bela Vista, em Itapiranga, no Oeste catarinense. Segundo a polícia, horas antes, ela registrou um boletim de ocorrência contra o companheiro, considerado suspeito e preso pelo crime.

A vítima foi morta a facadas após uma discussão com o companheiro. Segundo o delegado João Fillipe Westphal Martins, ela vinha sofrendo ameaças. Durante a tarde, o homem a procurou em casa, no bairro Bela Vista. O casal discutiu e o homem a atacou com uma faca.

Cristiane Arenhardt foi socorrida e levada pelos bombeiros ao hospital do município, mas não resistiu aos ferimentos.

Conforme a Polícia Civil de São Miguel do Oeste, o suspeito fugiu e foi preso por volta das 19h, em Pinheirinho do Vale (RS). Ele foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada (UPA) de São Miguel do Oeste, onde ficará a disposição da Justiça.

O corpo da vítima encaminhado para São Miguel do Oeste, onde passou por necropsia no Instituto Médico Legal (IML). O velório ocorreu na capela da Funerária Bom Jesus e o enterro está previsto para as 10h30 no cemitério de Itapiranga.

Medidas protetivas

De acordo com a Polícia Civil, em nota divulgada durante a madrugada desta terça-feira (26), a vítima vinha sofrendo ameaças e foi orientada a requerer medidas protetivas, mas ela recusou a providência.

“O delegado esclarece que as medidas protetivas são instrumentos de defesa muito importantes às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. A mulher tem este poder em mãos e deve exercê-lo quando for vítima de algum ato criminoso por parte do companheiro. O delegado ressalta, também, que a mais simples ameaça é um ato grave de agressão e as vítimas não devem encarar tais fatos como algo passageiro ou que o agressor ‘irá melhorar'”, diz nota.

Vítima

Fonte: G1 SC

Este artigo está em

Join the Conversation