Necessidades no setor habitacional
Por estar ciente da necessidade de melhoria no setor habitacional o Prefeito Ademir da Silva Matos, que assinou convênio, e aproveitou a oportunidade para destacar as necessidades de Braço do Norte no setor e da importância do apoio e parceria da Cohab nesses projetos. “Estamos empenhados e participar do maior número de projetos que beneficiem aqueles que mais necessitam em nosso Município. Estamos empenhados em realizar com eficiência nossos cadastros e lutar para que todos sejam beneficiados”, destacou.

Choradeira
As administrações municipais vivem na choradeira. Dizem que não têm recursos para honrar os compromissos. Mas, já o site prova o contrário, segundo o site da associação dos municípios da AMUREL, todos os municípios tiveram aumento na receita nos últimos doze meses com exceção de Laguna que recuou -3,8% em virtude do desmembramento de Pescaria Brava. Estes são dados do período de 10/12/2012 a 10/12/2013 veja abaixo: Armazém 9,2%; Braço do Norte 9,7%; Capivari de Baixo 15,2%; Grão-Pará 8,5%; Gravatal 12%; Imaruí 5,6%; Rio Fortuna 7%; Santa Rosa de Lima 9,5%; São Ludgero 11,8%; e Tubarão 11,1%; Como pode se observar que não há motivos para a choradeira, enquanto o cerco tributário aumenta a receita para as prefeituras as empresas ficam estagnadas e com o risco de levarem calotes. Vale lembrar que aqui não estão computados o ISS, IPTU e outras taxas pagas diretamente nas prefeituras como alvarás, negativas, ITBI e outros. Se as coisas estão mal, com certeza não é por falta de receita, talvez haja a necessidade de reformular as administrações. Mais informações http://www.amurel.org.br

Em defesa da família
Senador Magno Malta – PR/ES, em 20 de novembro de 2013, toma a palavra e desce da tribuna do Senado e discursa sobre um fato de relevância ocorrido no dia em defesa a família tradicional. Mais adiante disse:
“Mas, senhor presidente, o que me traz a essa tribuna hoje é que tivemos a reunião de Direitos Humanos do Senado que em pauta – um projeto polêmico, que não dá para votar no afogadilho, até porque ele está aqui há 11 anos. Foram 8 anos enfrentando debate com a senadora Fátima Cleide e nos últimos três anos com a senadora Marta Suplicy e outros que comungam, defendem a mesma bandeira”… Referindo-se ao projeto Homofônico. “Nós não podemos romper com a família tradicional, com esses valores, por que no dia que rompermos com valores de família, nós sepultaremos de vez essa sociedade”. Aliás, por muito menos Deus destruiu Sodoma e Gomorra. Por muito menos. “Aliás, para o caminho que estamos indo, se Deus não tomar uma providência com este País, vai ter que se desculpar por Sodoma e Gomorra”. Termina convocando as lideranças católicas, as lideranças da CNBB, para uma aliança na defesa da família, referindo-se também ao aborto, ao mesmo tempo que, conclamou eleitores e senadores a prestarem atenção nas próximas eleições, em quem irão votar segundo o posicionamento dos candidatos em relação a estes temas.

Votação e apreciação
Na próxima segunda-feira (16) em sessão extraordinária na Câmara de Vereadores de Armazém deverá ser apreciado um projeto certo polêmico que deve mudar o regime do funcionalismo público municipal de Celetista para estatutário.

 

Este artigo está em