Há em vigor no Brasil uma série de benefícios que distinguem o setor público do privado. Não é à toa que a busca por uma vaga na carreira, seja no Executivo, Legislativo ou Judiciário é tão grande. Entre essas vantagens está o regime de aposentadoria do funcionalismo.

As regras garantidas aos servidores são diferentes. E devem ser revistas na proposta de reforma da Previdência que tramita na Câmara.

Atualmente, trabalhadores da iniciativa privada que contribuem pelo teto têm direito à aposentadoria do INSS que é de R$ 5.531,31. Os servidores da União, por exemplo, que entraram no funcionalismo público antes de 2003, têm direito à aposentadoria integral, ou seja, continuam recebendo como aposentados o mesmo valor de rendimentos de quando pararam de trabalhar.

A proposta é de que, na reforma, as regras sejam equiparadas com o setor privado para os trabalhadores do setor público estadual e municipal.

Pela norma que está sendo estudada, estados e municípios terão até 180 dias depois de aprovada a lei para fixarem suas próprias regras. Caso não o façam, entrarão em vigor as mudanças estabelecidas na reforma federal.

O ex-ministro da Previdência José Cechin acredita que tantas diferenças provocaram, além de um tratamento desigual, um ato de discriminação entre os brasileiros.

“Mas no setor público isso dava uma grande vantagem para o servidor que podia contar tempos, licenças-prêmios não gozadas em dobro, e por aí vai.

Então ele é um dispositivo discriminatório. Por isso é importante acabar com esses dispositivos que permitam discriminação e colocar todo mundo no mesmo pé de igualdade, aposentadoria por idade.”

Mudanças

Na última quarta-feira (07), foi apresentada uma nova versão do texto da reforma. Entre as mudanças, está a inclusão de pensão integral para viúvos e viúvas de policiais mortos em combates.

Mas o governo já avisou que não quer alterações em dois itens: o estabelecimento de uma idade mínima para aposentadoria e a isonomia entre servidor público e privado. “Não é razoável que um servidor público possa se aposentar com até R$ 33 mil, e os servidores do setor privado com apenas R$ 5.500”, comentou o relator da matéria, deputado Arthur Maia (PPS-BA).

A expectativa é de que as propostas de mudança sejam votadas até o final de fevereiro.

Esta pauta é uma colaboração da Agência Rádio Mais e foi escrita por Hédio Júnior e Jalila Arabi.

Este artigo está em

Join the Conversation


Na tarde desta segunda-feira (12), após informações da Polícia Militar Rodoviária Estadual de Gravatal (PMRv) sobre um veículo que transitava em zigue-zague na rodovia SC 435 (Gravatal – Armazém) e adentrou em uma rua do bairro Barro Vermelho em Gravatal, consultou-se a placa do Nissa Livina e foi possível constatar que o mesmo se tratava de produto de roubo, praticado ontem (11) na cidade de São José/SC.

Diante das circunstâncias, foram deslocadas guarnições da Polícia Militar dos municípios de Gravatal, Armazém e São Martinho para atender à ocorrência. Ao chegar no local, uma mulher relatou que o veículo havia saído com 3 elementos à bordo, em direção ao município de Gravatal. A PMRv informou que estava realizando acompanhamento do veículo em sentido a Tubarão, adentrando em uma rua no bairro São Martinho, também no município. No local, foi possível recuperar o veículo e após buscas na mata foram capturados dois homens (Y.I.M. e H.S.A.), em posse, um simulacro de pistola (imitação de arma). Os criminosos foram encaminhados à delegacia para lavratura dos procedimentos cabíveis.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Segundo informações da Polícia Militar, participaram da ocorrência as guarnições de Tubarão, Gravatal, Armazém, PMRv, PPT de Laguna, PPT de Braço do Norte e SAER de Criciúma. 

Este artigo está em

Join the Conversation


Em pesquisa realizada pela empresa de pesquisas: #PESQUISA365, foram entrevistados 2.000 eleitores de 85 cidades, incluindo-se as 27 capitais, entre os dias 02 e 07 de fevereiro, a fim de saber em quem o brasileiro pretende votar para presidente do Brasil, nas eleições gerais de 2018.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº de identificação BR-05162/2018. A margem de erro é de 2,2%, para mais ou para menos, com grau de confiabilidade de 95%.

Para avaliar a força eleitoral do nome de Luiz Inácio Lula da Silva na atual conjuntura, o mesmo foi confrontado com outros 16 possíveis candidatos. Em seguida, dois cenários foram considerados: 1º turno, com 12 nomes permanentes em ambos e 5 variantes em cada um.

Nesses cenários, a empresa identificou o potencial de votos dos candidatos, perguntando não somente a 1ª opção de voto (como é feito tradicionalmente), mas também uma 2ª opção, baseada no questionamento aos entrevistados sobre qual outro nome eles escolheriam, caso a sua primeira indicação deixasse de concorrer.

“Na rejeição, utilizamos método idêntico, questionando aos participantes em quem eles não votariam de jeito nenhum e qual o segundo nome que não escolheriam. Naturalmente, a soma das duas respostas gerou o que chamamos de potencial de rejeição”, segundo a empresa.

Foram realizados, ainda, 18 cenários de 2º turno, com situações prováveis e improváveis de confronto ao estilo “One on One, e para finalizar os participantes foram questionados sobre qual seria a reação deles se o presidente Michel Temer decidisse uma reeleição, como percebem a sua administração e qual a expectativa sobre o futuro do Brasil a partir de 2019.

› Visualize o relatório completo da pesquisa.

Com condenação, cenário pode ser outro

“[…] Com a condenação, o petista pode vir a ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa e acabar impedido de participar das eleições deste ano. Mas essa relação de causa e efeito não é direta e os aliados de Lula acreditam que ele poderá se candidatar à Presidência mesmo com a derrota no julgamento de hoje. […]”, é o que afirma o site Último Segundo do Portal IG, leia a reportagem completa aqui.

Este artigo está em

A assinatura do convênio para a construção da Ponte de Concreto na comunidade de Rio Sete foi realizada nesta quarta-feira(8), na própria comunidade na divisa entre os municípios de São Martinho e São Bonifácio.

O Município de São Martinho efetuará a execução da obra através de Termo de Convênio entre os municípios. O valor para construção das cabeceiras está orçado em R$ 78 mil, sendo que cada município arcará com 50% do valor, e o Governo do Estado de Santa Catarina, através de Secretaria de Estado da Defesa Civil, arcará com o Kit de Transposição, através de convênio já firmado com o Município de São Martinho.

A nova ponte terá 10m metros de comprimento por 6,25m de largura.

“Levamos o projeto de engenharia e proposta de convênio entre os dois municípios para darmos início a construção de Ponte de Concreto na comunidade de Rio Sete, divisa com São Bonifácio (próximo a Cerâmica Schmidt), a qual encontra-se interditada, tendo sua passagem sendo efetuada por ponte provisória,” avalia o prefeito de São Martinho, Robson Jean Back.

Estavam presentes na assinatura do convênio o prefeito Robson Jean Back, a prefeita em exercício de São Bonifácio, Graziela Vanroo, o vice-prefeito, Jerry Luiz Steiner, o prefeito licenciado Ricardo de Souza Carvalho, secretários municipais, entre outras lideranças e comunidade.

As obras tem previsão de início no mês de março.

Este artigo está em

Join the Conversation


Por Jalila Arabi

As mulheres são maioria no Brasil. No ano passado, com mais de 208 milhões de pessoas no País, elas representavam mais da metade da população, com 50,65% – contra 49,35% dos homens. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa é de que, em 2030, o número nacional de mulheres pule para 50,87%.

A expectativa de vida da população feminina também é maior do que a masculina. Em 2016, quando a idade média brasileira ficou em 75,8 anos, a da mulher chegou a 79,4 anos, enquanto a dos homens foi de 72,2 anos. Mesmo com diferença nessa expectativa, o Brasil ainda é um dos poucos países que não tem estipulada uma idade mínima para aposentadoria.

Segundo informações da Fazenda, o Brasil é um dos países que possui o maior diferencial de idade mínima para receber o benefício entre homens e mulheres, na faixa de cinco anos, sendo 65 anos para eles e 60 para elas, em média. Espanha e Portugal, por exemplo, não fazem essa diferenciação – homens e mulheres se aposentam com a mesma faixa etária.

“Eu acredito que mais adiante, não com essa reforma proposta, a idade entre homens e mulheres no Brasil deverá se igualar, assim como acontece em outros países”, prevê o financista Marcos Melo. O especialista pondera, porém, que isso só seria possível de acontecer com melhores condições. “É preciso verificar e promover um avanço da sociedade, para que as pessoas possam se aposentar mais tarde tendo mais saúde, mais condições de trabalho, acesso a serviços públicos de qualidade, para que se permita uma longevidade maior.”

Mulheres na Previdência

Atualmente, o Brasil não conta com idade mínima para aposentadoria. A proposta da reforma da Previdência, prevista para entrar em pauta no Congresso ainda em fevereiro, prevê que os homens se aposentem aos 65 anos e as mulheres aos 62 até 2038. Até lá, a idade aumentaria gradualmente, começando com 55 para os homens e 53 para as mulheres.

O pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (IBRE – FGV) Bruno Ottoni garante que a população – em especial as mulheres – não será prejudicada com as mudanças previstas. “Do ponto de vista constitucional, os direitos adquiridos não podem ser retirados. Então, não há perda dos direitos no sentido de que aquelas pessoas que têm uma previsão, já estavam em vias de se aposentar ou já estão hoje aposentadas não terão nenhuma alteração no seu regime.”

Na prática, a única mudança para as mulheres é a da idade mínima, como explica Marcos Melo. “A única mudança é essa, de, gradualmente, depois de 20 anos, as mulheres se aposentarem aos 62 anos.”

Tratamento especial

Segundo publicação da Fazenda, as mulheres terão tratamento especial com a reforma. A proposta prevê a diferenciação na idade entre homens e mulheres, mesmo que não houvesse nenhum dano a elas com uma possível equiparação, como é feita em outros países.

“Nos parece justo que as mulheres tenham uma idade inferior à dos homens para se aposentar, pois leva-se em consideração que a mulher, de modo geral, tenha uma dupla jornada de trabalho. Além de estar empregada e ter uma atividade que gere renda, culturalmente falando ela ainda cuida da casa e dos filhos, tendo, assim, uma carga maior de esforço em relação ao homem”, comenta Marcos. As mulheres ainda dedicam o dobro de tempo com cuidados domésticos em relação aos homens. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), em 2016, elas trabalharam 20,9 horas semanais contra 11,1 horas deles.

  • Fonte: Agência do Rádio Mais
Este artigo está em

Join the Conversation


China se consolida como principal mercado para carne suína catarinense. Em janeiro, o estado faturou US$ 20 milhões com as vendas para o mercado chinês – mais do que o dobro da receita em dezembro de 2017. No último mês foram embarcadas 9,7 mil toneladas de carne suína com destino ao país asiático – 110,5% a mais do que em dezembro. A ampliação das vendas para a China acabou contribuindo para que Santa Catarina entrasse em 2018 com saldo positivo nas exportações de carne suína.

Em janeiro, o estado embarcou 25 mil toneladas do produto, 10,2% a mais do que no último mês de 2017. O faturamento com as vendas internacionais também teve alta de 4,2% e fechou em US$51,3 milhões.

Em comparação com janeiro de 2017, os embarques de carne suína tiveram uma pequena queda tanto na quantidade (-1,7%) quanto no faturamento (-6,7%). O que pode ser explicado pela suspensão das vendas para Rússia, maior comprador da carne suína catarinense no último ano (102 mil toneladas).

Com a saída temporária da Rússia, a China passou a ser o maior mercado para a carne suína produzida no estado. Em relação ao primeiro mês de 2017, as vendas para o mercado chinês foram 69,6% maiores em janeiro e o faturamento aumentou em 71,9%.

Santa Catarina segue como o maior produtor e exportador de carne suína do país. O estado foi responsável por 46,9% de toda carne suína vendida pelo Brasil em janeiro.

Segundo o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, o agronegócio vem conquistando cada vez mais espaço na pauta de exportações catarinenses, resultado da qualidade e da sanidade dos rebanhos. “O agronegócio faturou US$ 5,5 bilhões com as exportações em 2017, isso foi 65% do total exportado pelo estado. É um desempenho incrível. As carnes produzidas em Santa Catarina têm um grande diferencial que é a sanidade dos nossos rebanhos e isso nos dá acesso aos mercados mais exigentes do mundo. Nosso desafio é manter esse status sanitário diferenciado e ampliar nossas vendas ao exterior”.

Os principais mercados para carne suína catarinense nesse início de ano foram China, Hong Kong, Chile e Argentina.

Carne de aves

O mês de janeiro teve queda nas exportações de carne de frango. Ao todo, o estado vendeu 69,6 mil toneladas e faturou US$ 120 milhões em janeiro. Uma redução de 11,6% na arrecadação e de 6,4% na quantidade – em relação a dezembro.

Quando comparado com o mesmo período de 2017, a queda é de 17,6% no faturamento e de 13,9% na quantidade. O estado respondeu por 22% das exportações brasileiras de carne de frango em janeiro. Os principais mercados para a carne de frango catarinense foram: Japão, Emirados Árabes e Arábia Saudita.

Exportações Brasil

Como grande exportador de carnes, Santa Catarina interfere no desempenho nacional. Sendo assim, o país também registra uma redução nos embarques de carne suína e de frango em relação ao mesmo período de 2017. Em janeiro o Brasil embarcou 323 mil toneladas de carne de frango – 8,9% a menos – e 53,3 mil toneladas de carne suína – 15,8% a menos. O faturamento também foi menor, uma redução de 13,4% para carne de frango (US$ 512,7 milhões) e de 20,1% para carne suína (US$110,2 milhões).

Exportações catarinenses em 2017

Em 2017, foram 276,5 mil toneladas de carne suína vendidas para mais de 50 países. As receitas geradas com as exportações passaram de US$ 639,2 milhões. Os principais compradores da carne suína catarinense foram Rússia, China, Hong Kong, Chile e Argentina.

Ao longo do ano foram embarcadas 971 mil toneladas de carne de aves, com um faturamento de US$ 1,8 bilhão no último ano. A carne de frango produzida em Santa Catarina chegou a mais de 120 países e os principais compradores foram Japão, China, Países Baixos e Arábia Saudita.

Os números foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e analisados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa/Epagri).

 

 

Este artigo está em

Join the Conversation


Fundeb, como é conhecido o fundo que repassa recursos para estados e municípios aplicarem em educação, é responsável por mais da metade dos gastos no ensino básico, que engloba creches, o ensino fundamental e o ensino médio.

O fundo, no entanto, tem data para acabar. Ele foi incluído na Constituição em 2006 com previsão para durar só 14 anos, ou seja, até 2020.

Na Câmara dos Deputados, uma comissão especial analisa proposta de emenda à Constituição (PEC 15/15) que torna o fundo permanente. O colegiado começou a trabalhar em janeiro de 2016 e tem até o final de fevereiro deste ano para votar a matéria.

Assim que o Congresso voltar ao trabalho, no início de fevereiro, a relatora da proposta, deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), vai apresentar seu relatório.

Para a deputada, a manutenção do fundo é fundamental para que o Brasil pelo menos iguale os investimentos em educação feitos pelos 35 países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

“O objetivo central é garantir a continuidade desse financiamento, dando assim condições para que os sistemas de ensino organizem seus novos planos de carreira, melhorem a escola, façam equiparação salarial e, acima de tudo, invistam mais no custo-aluno”, disse a relatora.

Distribuição

Além de tornar o Fundeb permanente, a PEC 15/15, da deputada Raquel Muniz (PSD-MG), estabelece que pelo menos 60% dos recursos serão usados para o pagamento dos professores e que o governo federal vai complementar os valores sempre que o estado ou município não conseguir atingir o piso salarial nacional.

O texto também proíbe retrocessos na educação e torna caso de improbidade administrativa o não cumprimento dos repasses.

Dados

O Fundeb é formado por recursos dos governos federal, estaduais e municipais, mas as prefeituras recebem de volta quase o dobro do que aplicam, o que varia de acordo com o número de alunos matriculados na educação básica.

No ano de 2015, o fundo somou R$ 134,3 bilhões, sendo que, desse total, R$ 13,3 bilhões foram repassados pela União; R$ 39,6 bilhões pelos municípios; e R$ 81,4 bilhões pelos estados.

Em relação à distribuição das verbas, R$ 58,1 bilhões foram para os estados; e R$ 76,2 bilhões para os municípios, repasses feitos conforme as matrículas.

PNE

Nas quase 30 audiências públicas promovidas pela comissão especial, especialistas defenderam que o Fundeb se torne definitivo como maneira de garantir uma melhor distribuição dos recursos, principalmente para municípios pobres, e para que o Brasil consiga atingir as metas definidas pelo Plano Nacional de Educação (PNE).

O Brasil ainda está longe de atingir a meta de colocar, até 2024, 50% das crianças de até 3 anos na escola. O índice hoje é de 30%. O mesmo ocorre em relação aos jovens de 15 a 17 anos efetivamente matriculados no ensino médio. O índice atual está em 62%, enquanto a meta para 2024 é de 85%.

Íntegra da proposta

Este artigo está em

Join the Conversation


Deputado Federal João Rodrigues é preso pela PF após decisão do Supremo

O deputado foi preso nesta quinta-feira (08) pela Polícia Federal (PF), quando voltava de viagem aos Estados Unidos.

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a execução imediata de pena parlamentar nesta terça-feira (6), do deputado João Rodrigues (PSD-SC), que foi condenado a cinco anos e três meses de reclusão em regime semiaberto pelo Tribunal Regional Federal (TRF-4) por fraude e dispensa de licitação. O deputado foi preso no aeroporto de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo.

Segundo a PF, um levantamento com o apoio dos Estados Unidos e do Paraguai, foi possível identificar que o “deputado se encontrava no exterior e havia modificado seu bilhete de passagem, alterando o destino final do Brasil para o Paraguai”.

João Rodrigues foi condenado em 2009 pelo TRF-4, em Porto Alegre (RS). Na época ele era prefeito de Chapecó (SC) e por isso foi julgado diretamente na segunda instância da Justiça. A acusação, no entanto, refere-se a fatos ocorridos em 1999, quando ele exerceu por 30 dias o cargo de prefeito interino de Pinhalzinho (SC).

Entenda o caso

Segundo o Ministério Público Federal, o deputado João Rodrigues autorizou licitação para compra de uma retroescavadeira para a prefeitura de Pinhalzinho por R$ 60 mil. Como parte do pagamento, foi entregue uma retroescavadeira usada, no valor de R$ 23 mil. Segundo o MPF, a comissão que avaliaria o preço da máquina usada, só foi nomeada dois dias depois do edital de tomada de preços, onde já constavam os R$ 23 mil.

Nota oficial

Deputado federal João Rodrigues (PSD) embarcou em Orlando (EUA) na manhã desta quarta-feira (7) com destino a Assunção (Paraguai), de onde faria o trajeto até Chapecó de carro para que na sexta-feira (9) onde se apresentaria à Polícia Federal, como tinha antecipado aos meios de comunicação. Chegando ao Paraguai, no aeroporto, foi abordado por policiais federais, automaticamente feito o comunicado, se entregou. Está indo na manhã desta quinta (8) a São Paulo e depois Brasília, aonde acompanhado de seu advogado, vai cumprir o que determina a Lei. 

Voltou a dizer que acredita na Justiça e que seus advogados vão reverter essa situação. Primeira na discussão da prescrição do processo e segundo, com todos os argumentos possíveis, em mais um recurso, para reverter processo que determina a prisão não é transitado e julgado. O deputado afirma que se sente magoado em razão de uma condenação extremamente injusta, mas ao mesmo tempo está aliviado. “Há 20 anos sofro com esse processo. Esperava que o desfecho fosse outro, mas infelizmente por razões que não entendo, vou cumprir a pena, aguardando uma modificação nesta determinação judicial”.

Assessoria de Comunicação do deputado federal João Rodrigues (PSD)

Este artigo está em

Join the Conversation


Na manhã desta quarta-feira (07), no gabinete do prefeito municipal foram empossados pelo prefeito municipal três novos integrantes para a diretoria do Hospital Santo Antônio de Armazém. O trabalho em prol do hospital é voluntário e tem como exigências, desempenhar as atividades com dignidade, disciplina e honradez.

A vereadora Tânia Wensing Lole representou os demais colegas e se fez presente, desejando sucesso para os novos integrantes do hospital. Reforçou que a Câmara estará colaborando dentro do possível, aproveitou para lembrar que “o legislativo economizou 30 mil reais, valor repassado para o executivo, e posteriormente destinado ao hospital”.

O prefeito agradeceu em especial aos novos integrantes empossados por aceitarem o convite, pois sabe-se que este é um trabalho voluntário e necessita de compromisso. Com o apoio da câmara de vereadores, prefeitura e demais órgãos reforçou que estarão honrando o compromisso com o hospital, agradecendo também aos representantes da diretoria anterior, fazendo um belo trabalho.

Composição da Diretoria 2018:

  • Presidente: Valdoni Rodrigues
  • Vice presidente: Abele Verona
  • 1º secretário: Sonia Heidemann Wiggers
  • 2º secretário: Lidia Heidemann
  • Tesoureiro: Willian Filetti Pedro
  • Provedor: Rogério Corrêa das Neves (Nino)
Este artigo está em

Join the Conversation


No cargo desde janeiro de 2013, o secretário Nelson Serpa se despediu da Secretaria da Casa Civil e do Governo do Estado ontem quarta-feira, 7. Serpa será substituído pelo secretário adjunto Luciano Veloso Lima, administrador e servidor de carreira há 20 anos. A transmissão do cargo foi realizada com ato de posse no gabinete da Casa Civil na tarde de ontem quarta, com a presença do governador Raimundo Colombo, do vice Eduardo Pinho Moreira, do presidente da Alesc, Aldo Schneider, deputados estaduais, autoridades e servidores da Casa Civil.

Do discurso de despedida, Nelson Serpa agradeceu a confiança e o apoio do governador Raimundo Colombo e do vice-governador Eduardo Pinho Moreira e fez um balanço das atividades desenvolvidas durante os anos de gestão. “Atuei nos postos mais importantes da administração pública catarinense, trabalhei para retribuir a confiança e administrar pensando no melhor para os catarinenses”, ressaltou. “Deixo o Governo do Estado hoje, mas enquanto eu ainda tiver um sopro de vida, certamente terei um pouco a contribuir com o Estado e com a sociedade, pois esse deve ser o propósito dos cidadãos de bem”, afirmou.

O governador enalteceu a trabalho de Nelson Serpa durante os sete anos em que atuou no Governo. “O secretário Serpa é um grande homem, um gigante, que trouxe para Santa Catarina muita contribuição, sabedoria e equilíbrio”, disse o governador. “O Luciano Veloso Lima é um grande amigo, conquistou a simpatia de todos no Governo e aqui na Casa Civil. Não tenho dúvidas de que fará um grande trabalho”, completou.

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira também ressaltou os anos de convivência e harmonia. “O secretário Serpa trouxe o equilíbrio que o governador Raimundo Colombo e eu precisávamos nesses anos de Governo. E o secretário Luciano Veloso Lima continuará esse trabalho, será o secretário com quem vou compartilhar diariamente as tarefas durante o período em que estiver a frente do Estado”, destacou Pinho Moreira.

Antes de assumir a Casa Civil em janeiro de 2013, Nelson Serpa passou pela Procuradoria Geral do Estado de janeiro a outubro de 2011 e pela Secretaria da Fazenda de outubro de 2011 a dezembro de 2012. Como chefe da Casa Civil nos últimos cinco anos, Serpa estreitou o relacionamento institucional com os demais Poderes, em especial, a Assembleia Legislativa, além de ter atuado para fortalecer a relação do Estado com as prefeituras catarinenses.

O secretário participou ativamente da criação e gerenciamento do Fundo de Apoios aos Municípios (Fundam) e coordenou a série de projetos para reformulação administrativa do Governo do Estado, como a fusão das agências de regulação de serviços públicos, transformação das Secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs) em agências (ADRs), extinção da Cohab, Codesc e Bescor e da autarquia do Porto de São Francisco do Sul para criação de uma sociedade de propósito específico.

Novo secretário

Natural de Videira, no Meio-oeste de Santa Catarina, o novo secretário, Luciano Veloso Lima, é administrador e servidor da Secretaria da Casa Civil há 20 anos. Já atuou como gerente de Recursos Humanos, diretor de Assuntos Administrativos e nos últimos anos estava nomeado como secretário adjunto da pasta, atuando no dia a dia da secretaria ao lado do secretário Nelson Serpa.

Ao assumir o cargo, Lima falou da trajetória pela qual passou na vida pública e afirmou que dará continuidade ao trabalho desenvolvido por Serpa. “Comecei a trabalhar aos 13 anos na Prefeitura de Videira e, aos 22 anos, comecei a trabalhar no Governo do Estado. São 32 anos de trabalho na administração pública. Na Casa Civil, passei por várias funções até o momento em que hoje assumo, com muita responsabilidade, o cargo de secretário da Casa Civil”, contou Lima.

O novo chefe da Casa Civil pretende estreitar ainda mais o relacionamento institucional com os poderes, principalmente o parlamento estadual. “Como secretário, manterei diálogo constante com os deputados estaduais para atuar na interlocução dos projetos importantes para o Estado. É um desafio e me comprometo a trabalhar com toda a dedicação para fazer a melhor gestão possível e continuar o Governo de sucesso que temos em Santa Catarina”, destacou Lima.

Este artigo está em

Join the Conversation


Peninha propõe alteração no Código Penal para limitar ‘excesso de legítima defesa’

Proposta tem como motivação o caso recente do cunhado da apresentadora de TV Ana Hickmann que foi indiciado após agir em legítima defesa.

O Ministério Público de Minas Gerais denunciou por homicídio doloso – quando há intenção de matar – o cunhado da apresentadora Ana Hickmann, Gustavo Correa. Em maio desse ano, ele atirou contra um fã que invadiu armado o quarto de hotel em que a modelo se hospedava, em Belo Horizonte, e disparou duas vezes contra sua cunhada e assessora, Giovana Oliveira. A denúncia do MP contrariou a investigação policial, que havia arquivado o caso. No inquérito, houve entendimento de que Gustavo matou o invasor para salvar sua vida, a de sua esposa e a da artista. Mas, segundo a promotoria, “faltam provas cabais da legítima defesa”. A decisão do Ministério Público repercutiu em todo o país, sobretudo em Brasília, onde o deputado federal Rogério Peninha Mendonça (PMDB/SC) se manifestou na Câmara: “Fiquei indignado ao receber a notícia, mas não surpreso. Infelizmente, os valores estão invertidos no Brasil. Dá-se proteção aos infratores e punição para quem tenta se defender”.

Para mudar este cenário, Peninha apresentou o PL 5822/16, que muda o Código Penal e delimita a penalidade aplicada àquele que se exceder no ato da legítima defesa. Para o autor da proposta, “é injusto cobrar serenidade e concentração de uma pessoa em risco iminente de morte”. O deputado pretende assegurar que sejam levadas em conta, em cada caso de reação, todas as características envolvidas. “O impacto emocional sobre a vítima e a sua instintiva busca por sobrevivência não podem ser desconsiderados. Ou a Justiça espera que uma pessoa, no momento de maior tensão a que é submetida, se comporte como se estivesse num ambiente de total calma e concentração, como são os gabinetes dos excelentíssimos magistrados e membros do Ministério Público que conduzem os respectivos processos?”, questiona o parlamentar.

Principal mentor do PL, o pesquisador em Segurança Pública Fabricio Rebelo é veemente ao criticar a maneira como vêm sendo tratados os que, em qualquer outro país, seriam heróis. “Criou-se uma verdadeira aura de proteção aos criminosos, pondo suas vítimas como algozes. Quando uma delas reage, parece-se esquecer de quem iniciou a injusta agressão, partindo-se em verdadeira sanha punitiva contra aquela, para apurar se sua ação foi milimetricamente adequada à agressão sofrida. Se minimamente não for, a punição é reservada à própria vítima. A questão é que, sob condições de extremo estresse, é impossível exigir condutas friamente calculadas de quem reage, e a lei vigente se tornou um obstáculo à legítima defesa”, denuncia ele. “O grande mérito dessa proposta é manter as punições para os excessos intencionais ou claramente desnecessários, mas impedir que se exija da vítima uma conduta fora de qualquer razoabilidade”, finaliza Rebelo, que coordena o Centro de Pesquisa em Direito e Segurança – Cepedes.

A proposição, que aguarda despacho da Mesa Diretora às Comissões Permanentes da Casa, inclui parágrafos aos artigos 23 e 25 do Código Penal, para delimitar a punição direta do agente aos seus excessos intencionais diretamente dolosos. O texto também consolida a legítima defesa para casos de invasões a propriedades, assegurando a proteção legal de quem protege os que ali se encontram. A perspectiva do projeto, segundo a justificativa exposta pelo deputado Peninha, é tornar claro que o risco em uma ação criminosa é assumido por quem a pratica, e não por quem a ela reage. “Se dela resulta a morte do bandido, punir o cidadão que o matou em autodefesa deve ser tratado como extrema exceção, jamais como regra”, complementa o deputado.

Informações da Assessoria de Imprensa do Deputado.

Este artigo está em

Join the Conversation


A forte chuva que atingiu a cidade de Armazém nesta tarde de terça-feira (7), acompanhada de raios, vento, chuva forte, e com um pequeno início de granizo, mas que por sorte não teve continuidade, causou alagamentos em algumas ruas, sendo que, isso normalmente acontece quando há um alto volume de chuvas. Em dias muitos quentes a água acaba evaporando e contribuindo para o efeito estufa, sendo comum que nos finais de tardes ocorram tempestades, algumas vezes isoladas. Estes alagamentos na maioria das vezes causam prejuízos materiais para os moradores.

Foto: Tiago Boeing/ORS

Esta situação não é recente, acontecendo há décadas no município, na rua Emiliano Sá, 29 de junho e demais, no centro da cidade, sempre que há fortes chuvas os sistemas de escoamentos acabam não suportando o volume de água e transbordam, este problema acontece há aproximadamente dez anos.

Vale lembrar que quando há alagamentos é preciso evitar transitar a pé ou com veículos nestes locais onde não é possível visualizar o chão, muitas vezes há crateras, sem contar o risco a doenças, entre elas a leptospirose, transmitida pela urina de animais contaminados, mais comumente associada a ratos.

Cobertura de empresa é arremessada

Foto: Wilson Boeing/ORS

No bairro Olaria, também em Armazém, o vento acabou arrancando a cobertura de uma empresa, a mesma foi parar a alguns metros de distância de onde estava inicialmente posicionada. O Corpo de Bombeiros da cidade atendeu a ocorrência e as informações são de que uma pessoa teve apenas escoriações.

Eucalipto cai com força do vento

Foto: Daniela Defreyn/Eviada via Whatsapp/Divulgação ORS

Uma árvore de eucalipto caiu com a força do vento no bairro Alemanha, também município de Armazém.

Atualizada em 08 de março de 2017 às 09:50h.

Este artigo está em

Join the Conversation


Florianópolis acaba de entrar na lista das cidades brasileiras a contarem com um procedimento inédito, recém trazido ao Brasil, para o tratamento do refluxo gastroesofágico. A Terapia por Estimulação Elétrica do Esfíncter Esofágico Inferior – Endostim, já está presente em centros de tratamento de Porto Alegre, Belo Horizonte e Ponta Grossa, e promete devolver, de forma minimamente invasiva, a qualidade de vida aos pacientes que sofrem com essa doença, presente em cerca de 20% da população, segundo dados da Faculdade de Medicina da USP.

“A técnica consiste na implantação de um dispositivo, similar a um marcapasso cardíaco, na região do esfíncter inferior do esôfago, a fim de corrigir problemas no seu funcionamento. O esfíncter é responsável por impedir que os alimentos e líquidos voltem ao esôfago, sendo que quando este está defeituoso produz a Doença do Refluxo Gastroesofágico – DRGE. Atualmente, esse é o único equipamento que estimula diretamente o esfíncter, de forma mecânica, e já tem quatro anos de acompanhamento, trazendo resultados efetivos e duradouros para quem sofre com o refluxo crônico”, afirma o cirugião do aparelho digestivo, cirurgião da obesidade, membro titular do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva, SOBRACIL, e Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, Dr. Jéferson José Diel, que será o responsável pelos procedimentos em Santa Catarina, no Hospital Baía Sul Medical Center.

Ele, que foi um pioneiros no Brasil em cirurgias de Sleeve, ou cirurgia bariátrica, interessou-se pelo procedimento a partir de estudos e congressos , e conta que outro ponto interessante é sua capacidade de ajuste por meio de um programador de telemetria após a cirurgia, caso persista algum sintoma. “Além disso, é o único procedimento que objetiva restaurar a função do esfíncter esofágico sem mudança anatômica. Os trabalhos clínicos sobre o EndoStim demonstram que 90% dos pacientes que fizeram a implantação não tomam mais nenhuma medicação. Atualmente há 550 pacientes tratados no mundo e a expectativa é de realizar cerca de 50 procedimentos ainda esse ano no Brasil”, completa Diel.

Três pacientes brasileiros passaram pela técnica, de forma bastante satisfatória, e em Florianópolis já há um candidato. “Esse paciente sofre de refluxo grave após cirurgia bariátrica, ocorrida há dois anos, e busca restaurar a qualidade de vida por meio do procedimento, o qual é a única alternativa cirúgica para esses casos”, explica o médico.

Outro paciente, que passou pela terapia há dois anos, é o brasileiro, que reside na Argentina, Sebastian Garcia. “No meu caso, passada a operação já não sentia mais nada. Tenho uma vida normal novamente, consigo comer e beber qualquer coisa e não sinto mais aquela acidez que tanto me atrapalhava. Consigo dormir bem à noite e não tomo mais nenhum medicamento. Foi uma mudança geral”, conta.

Os tratamentos com EndoStim, estão sendo levados a outras regiões do Brasil por meio de treinamentos aqui e no exterior. Os procedimentos só são aprovados mediante análise de exames específicos que comprovem o refluxo.

Este artigo está em

Join the Conversation


O acidente aconteceu ontem (23) por volta das 17h30min no município de São Martinho, sul de Santa Catarina. As informações são de que o jovem masculino acabou se chocando contra o caminhão que estava passando na Avenida Frederico Schumacher no momento. O Corpo de Bombeiros do município de Armazém atendeu a ocorrência e no local encontrou a vítima em estado crítico em posição de decúbito ventral, pálido, muito suor, com suspeitas de fratura na região pélvica, fratura exposta de membro inferior esquerdo (fêmur terço médio), contusões e escoriações em membros superiores e inferiores (com formação de hematoma). O mesmo tinha muita dor, sede e frio. Após prestar o auxílio necessário a viatura o encaminhou ao hospital mais próximo, sendo o de São Martinho.

Este artigo está em

Join the Conversation


A uma semana das inscrições para o Fies 2017, saiba tudo sobre o programa

As incrições começa, dia 07 de fevereiro e se encerram dia 10. Fique atento!

> Inscrições para Fies estarão disponíveis entre 7 e 10 de fevereiro

A partir do dia 7 de fevereiro (terça-feira), os jovens que em sonham cursar uma faculdade poderão se cadastrar para concorrer a uma vaga no Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Mas é bom ficar atento porque o período de inscrição é de apenas três dias e acaba na sexta-feira, 10 de fevereiro. Até agora, o MEC não divulgou o número de vagas que serão disponibilizadas. No entanto, o Ministro da Educação, Mendonça Filho, já adiantou que pelo menos as 250 mil vagas da primeira edição do ano passado serão mantidas.

Para quem se interessou, mas não está muito familiarizado com o programa, o Stoodi – startup que fornece videoaulas, plano de estudos e monitorias transmitidas ao vivo – preparou um texto contendo todas as informações importantes. Confira:

1) O que é o Fies?

O Fies é um programa do Ministério da Educação que oferece contrato de financiamento para estudantes que vão cursar graduação em faculdade privada e não têm como pagar. Se o estudante participou do Sisu e não conseguiu obter uma vaga para instituições públicas ou se ele não atendia a todos os pré-requisitos para ganhar uma bolsa no ProUni, o Estado empresta o dinheiro para o pagamento da graduação a juros de 6,5% ao ano.

2) Quais são os critérios de seleção?

Esse programa usa a nota do ENEM como critério de avaliação dos participantes, por isso é preciso ter feito o exame a partir da edição de 2010 – com média mínima de 450 pontos, além de não ter zerado na redação. Outro fator que é considerado é a renda per capita bruta mensal, que deve ser equivalente a 2,5 salários mínimos.

3) Como faz para se inscrever?

Se o jovem quer se inscrever e ainda não sabe como, o processo é bem parecido com o Sisu e com o Prouni: a inscrição é online e gratuita. Ele deve entrar no site oficial do Fies http://sisfiesportal.mec.gov.br/ e realizar o cadastro, assim que estiver disponível. Para isso, ele precisará informar o seu CPF e alguns outros dados. Depois, o estudante pré–selecionado deverá acessar o SisFIES para efetivar sua inscrição, em até cinco dias corridos a contar da divulgação de sua pré–seleção, informando os dados de financiamento a ser contratado. Somente depois disso, ele precisará partir para a validação dos seus documentos.

Sobre o Stoodi

Lançado em 2013, o Stoodi é uma startup de educação a distância que oferece videoaulas, plano de estudos e monitorias transmitidas ao vivo. A plataforma nasceu com o objetivo de democratizar o acesso à educação no país, oferecendo uma plataforma intuitiva e acessível para facilitar a vida dos estudantes em fase pré-vestibular e de alunos do ensino médio que precisam de reforço escolar. A plataforma já conta com aproximadamente 220 mil cadastrados e 17,5 milhões de aulas assistidas, que correspondem a 3,2 milhões de horas de conteúdo.

RELACIONAMENTO COM A MÍDIA
SEVEN PUBLIC RELATIONS

Este artigo está em

Join the Conversation


Portais de notícias de todo o estado noticiaram na semana passada que o Ministério Público Federal encontrou supostas irregularidades nos pagamentos referentes ao programa Bolsa Família. Na AMUREL foram vários os municípios que possuem cidadãos com informações divergentes, entre eles empresários, falecidos e servidores públicos. Ao total são 366 casos suspeitos de fraude em beneficiários, nos 16 municípios da AMUREL, o total de valores pagos se somado chega a mais de um milhão de reais. (R$ 1.316.020,00)

Levantamento compreende o período de janeiro de 2013 a maio de 2016.

Pelo menos, 7,6 mil dos 256,9 mil beneficiários do Bolsa Família em Santa Catarina são considerados perfis suspeitos e não cumprem  determinados requisitos do programa. Uma ferramenta de inteligência para apurar possíveis irregularidades em relação aos critérios legais de renda para inclusão de pessoas no programa foi desenvolvido pelo MPF, que cruzou dados do governo federal, Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Receita Federal e tribunais de contas estaduais e municipais.

Retrospectiva na AMUREL

Apenas nos municípios de Rio Fortuna e Santa Rosa de Lima não tiveram irregularidades

Os casos foram classificados em cinco grupos:

  • Falecidos
  • Servidores públicos com mais de quatro pessoas na família
  • Doadores de campanha
  • Empresários
  • Servidores que doaram para campanhas

Em Armazém, foram identificados 9 casos de empresários suspeitos, que recebem ao todo R$ 23.672,00. Em São Martinho há um caso de empresário suspeito (R$ 792,00) e um caso de servidor público (R$ 126,00) e em Gravatal são 10 empresários suspeitos.

Os dados do MPF não apontam publicamente o nome dos beneficiários suspeitos de irregularidades.
Município Tipo Quantidade Recebido
Armazém Empresários 9 R$ 23.672,00
Braço do Norte Empresários

Servidores

26

1

R$ 110.644,00

R$ 735,00

Capivari de Baixo Empresários 12 R$ 39.647,00
Grão-Pará Empresários

Servidores

5

1

R$ 17.760,00

R$ 4.158,00

Gravatal Empresários 10 R$ 40.006,00
Imaruí Empresários

Falecidos

Servidores

32

1

5

R$ 136.647,00

R$ 504,00

R$ 13.987,00

Imbituba Empresários

Falecidos

Servidores

103

5

12

R$ 430.931,00

R$ 3.565,00

R$ 27.003,00

Jaguaruna Empresários

Servidores

17

1

R$ 64.752,00

R$ 5.736,00

Laguna Empresários

Falecidos

Servidores

33

1

1

R$ 125.598,00

R$ 1.488,00

R$ 3.744,00

Pedras Grandes Empresários 7 R$ 15.538,00
Pescaria Brava Empresários 6 R$ 14.097,00
Sangão Empresários 9 R$ 32.696,00
São Ludgero Empresários 7 R$ 8.318,00
São Martinho Empresários

Servidores

 

1

1

R$ 792,00

R$ 126,00

Treze de Maio Empresários 2 R$ 9.238,00
Tubarão Empresários

Falecidos

57

1

R$ 178.902,00

R$ 5.736,00

Sem irregularidades

O diagnóstico do MPF mostra que Santa Catarina faz parte da lista de quatro Estados (junto com RS, SP e MG) nos quais algum município está livre de suspeitas – entre os quais, dois da Amurel: Rio Fortuna e Santa Rosa de Lima. Iratí, Benedito Novo, Iomerê e Braço do Trombudo completam a lista das cidades catarinenses onde não foram apontadas suspeitas de fraude.

Quem recebe?

Através do Portal Transparência, página na internet do Governo Federal destinada a manter a transparência sobre os gastos públicos, é possível consultar quem são os beneficiários do programa e quanto recebem. Preparamos relatórios de alguns municípios da região, é possível consultar pelo site os nomes, histórico de pagamentos e o CPF dos beneficiários, porém em nossos relatórios optamos em removê-los.

PUBLICIDADE


É possível ver os detalhes dos pagamentos, basta clicar no nome do beneficiário.

Total destinado aos favorecidos situados no município ARMAZÉM: R$ 249.938,00

Armazém

Beneficiários do município
FAVORECIDO Total no ano (R$)
ADRIANA FERREIRA RIBEIRO DOS SANTOS 2.421,00
ADRIANA LUZINDA MACHADO 1.098,00
ADRIANA VIEIRA 2.426,00
ALBERTINA FURLAN SOETH 753,00
ALBERTINA KLIPPER IZIDORO MARTINS 1.936,00
ALINE VIEIRA DEMETRIO TELLES 1.948,00
ALTAMIR DA ROSA 822,00
AMAURI DE FREITAS 1.720,00
ANA MARIA TEIXEIRA 735,00
ANA PAULA GALDINO ALVES 1.727,00
ANGELA MARTINS LOURENCO 1.621,00
ANGELINA MELLO DEMETRIO 1.665,00
BRUNA INES SCARABELOT 2.416,00
CARINA NUNES ALEXANDRE 1.457,00
CARMELINDA GENEROSO ALVES 336,00
CELINA ANDRE FELISBERTO 1.624,00
CLARICE MORAES 1.404,00
CLARILAINE FORTUNATO TOMASIA 2.291,00
CLAUDIO MONTEIRO NAZARIO 1.098,00
CLEIA CLEMENTINO DA COSTA 1.900,00
CLEIA CRESCENCIO NUNES 852,00
CLEIMAR ANDRE FELISBERTO 2.336,00
CLENOIR ALVES 2.161,00
CLEUSA DE MEDEIROS 2.168,00
CRISLAINE CONSTANTE DA SILVA 366,00
CRISTIANA BARBOSA BATISTA 822,00
DANIELA PAES DOMINGOS 910,00
DANIELA VANESSA MELO FREITAS 512,00
DEISE CRISTINA MARTINS PEREIRA 2.218,00
DENISE ANACLETO ALVES 588,00
DERLI TEREZINHA DE GOES RAMOS 4.023,00
EDINA LEITE 1.534,00
ELIA MARIA DE GOES FORTUNATO 1.334,00
ELIANE DOS SANTOS 2.492,00
ELIANE JOSE FREITAS 1.536,00
ELIANE SILVEIRA RODRIGUES 682,00
ELISANGELA DA CUNHA ANDRE 2.109,00
ELISANGELA FELIZARDO CASSAO 2.426,00
ELISANGELA VIEIRA FERNANDES 1.080,00
ELOA LORECI SCHLICHTING 514,00
ELZA FIGUEREDO LAURETH 2.030,00
EUGENIA FORTUNATO OLIVEIRA 4.030,00
FABIULA DE ALMEIDA FELISBERTO 2.168,00
FATIMA LEITE 1.185,00
FERNANDA SALVATO CARDOSO 637,00
FLORINDA FARIA BONFIM 464,00
FRANCIELE DE SOUZA 624,00
FRANCISCA MANUELA COSTA BATISTA 682,00
FRANCISCA MARIA DE LIMA COSTA 366,00
GERUZA VANDERLINDE 2.426,00
GISELDA DE SOUZA ALMEIDA 672,00
GRAZIELA LIBERATO 2.336,00
IARA TEREZINHA GRANDE VAZ 3.218,00
IASMIN CARDOSO FERNANDES 316,00
IRACI DANIELA BUENO DOS SANTOS 1.116,00
IRMA RODRIGUES DE JESUS 822,00
IVONE DINIZ RODRIGUES 1.614,00
IVONETE FURTUNATO MORAES 309,00
IZABEL CRISTINA FELACIO HENRIQUE 2.748,00
JAKELINE CORREA SOUZA BARBOSA 514,00
JANAINA FREITAS BORGES 1.624,00
JANETE CEOLIN FREITAS 547,00
JEOVANA PREIS 684,00
JOACIR IZIDORO 462,00
JOCILENE DE SOUZA ALEXANDRE 1.367,00
JOSIMAR MARCIANO MORAES 1.494,00
JOVANIA DE SOUZA DE FREITAS 156,00
JUCELINA MELLO DUTRA 960,00
JUDITE RODRIGUES STUPP 1.970,00
JULIO ROQUE DE SOUZA 1.614,00
KEULE FREITAS 1.168,00
LARA CRISTINA SILVEIRA GOMES 2.910,00
LAURA ANTONELLO 1.168,00
LEIA ROCHA FERREIRA 366,00
LIDIAMARA SOARES DOS SANTOS 1.534,00
LILIA DA CUNHA ANDRE 682,00
LILIAN CORREA MENDES 512,00
LILIANE DA PAIXAO LIMA 1.261,00
LIONETE FELISBERTO RODRIGUES 1.655,00
LOIDE BAJAQUE RODRIGUES 3.218,00
LUCIA ALVES FORTUNATO 2.371,00
LUCIA VIEIRA APOLINARIO 1.900,00
LUCIANA FERREIRA DAS CHAGAS 1.240,00
LUCIANE FERNANDES FERMINO 1.604,00
LUCIMAR FORTUNATO DE GOIS 1.970,00
LUCIMERE DE FATIMA FORTUNATO 1.168,00
LUIZA RODRIGUES BARBOSA 2.298,00
LURDES DE LIMA 161,00
MANUELA DE MORAES 682,00
MARCIA BORGES CARNEIRO 3.218,00
MARCIA DOS SANTOS 294,00
MARCIA REGINA KLIPPER 1.208,00
MARCILENE MARCON 2.416,00
MARCIO DE FREITAS 514,00
MARCUS FERNANDES CARDOSO 2.862,00
MARIA APARECIDA ALVES PRUDENCIO 2.552,00
MARIA APARECIDA LEITE DE SOUZA 732,00
MARIA APARECIDA MACHADO 1.522,00
MARIA APARECIDA MARCELINO MENDES 448,00
MARIA APARECIDA NUNES ALEXANDRE 2.040,00
MARIA APARECIDA SALASARIO CARDOSO 3.295,00
MARIA BETANIA PEREIRA PINTO 70,00
MARIA DA LUZ PAULA LIMA 7.852,00
MARIA DA SILVA 4.020,00
MARIA DE LOURDES SILVANO 2.716,00
MARIA GORETI ARAUJO PEREIRA DOS SANTOS 1.168,00
MARIA REGINA ROSA 357,00
MARIELE DA SILVA CUNHA 167,00
MARIELE RODRIGUES FELISBERTO 1.093,00
MARILUCIA FORTUNATO LEAL 1.534,00
MARIUSA RODRIGUES SOTERIO 3.222,00
MARLENE VIEIRA FERNANDES 512,00
MARLETE FERNANDES MACHADO 818,00
MAYARA ALMEIDA MORSOLETTO 342,00
MISLAINE DE FATIMA ALVINO 732,00
MONICA SILVA IZIDORO 682,00
MORGANA CORREA WESTPHAL 1.534,00
NARA RUBIA DE SOUZA BROGNOLI 2.336,00
OTILIA DAS NEVES VIEIRA 732,00
PATRICIA DA SILVA ROSA 210,00
PATRICIA GAMA MARCOS 344,00
PORFIRIA VIANA RODRIGUES 696,00
RAICA ALTHOF DEMETRIO 464,00
REGINA DEMETRIO DE SOUZA 576,00
REGINA DUTRA 1.448,00
ROSA FELIPPE MARCELINO 2.082,00
ROSA MARIA POTTMEIER WARMLING 512,00
ROSANE EMILIA BORGES 684,00
ROSANGELA ORLANDO LIBERATO 2.530,00
ROSELENE BERKENBROCK MARTINS 592,00
ROSELETE DUFFEK 802,00
ROSELI FORTUNATO OLIVEIRA FREITAS 357,00
ROSIANI RODRIGUES DEFREIN 1.098,00
ROSILDA CRUZ MARTINS 2.266,00
ROSILDA DA CUNHA ANDRE 1.621,00
ROSILEA FORTUNATO MORAES 366,00
ROSILENE DA SILVA 294,00
ROSIMARI APARECIDA MANOEL DA CUNHA 3.227,00
ROSIMERI LEMOS MAIATE 158,00
SALETE BOMFIM DE MORAIS 783,00
SAMUEL PEREIRA RODRIGUES 998,00
SANDRA ISAURA LEISING MORAIS 79,00
SANDRA MARA FERREIRA TERRA 436,00
SANTINA DA SILVA 1.272,00
SARA DE ALMEIDA FELISBERTO 1.306,00
SELMA SILVEIRA ANCELMO 763,00
SENHORINHA DAMASIO 668,00
SILVANA LUIZ TEIXEIRA 172,00
SILVANA PEREIRA CAMPOS 852,00
SILVIA DOS SANTOS 3.402,00
SIMONE FERNANDES FREITAS 4.020,00
SIRLEY MACHADO MARTINS VIEIRA 1.534,00
SOLANGE CRESCENCIO DEMETRIO BOING 1.098,00
SONARA FORTUNATO MACHADO 1.436,00
SONIA MARTINS MORAIS 1.528,00
SORAIA FERNANDES MACHADO SEVERINO 288,00
SUELEN FELISBERTO 1.674,00
SUZIMARA SCHLICHTING 1.624,00
SUZZANE RODRIGUES 514,00
TAINARA MORAES 1.108,00
TATIANE BRASIL SCHADEN 2.738,00
TATIANE IZIDORO MARTINS 2.421,00
TAYS CAROLINA NUNES 654,00
TERESINHA DA SILVA FORTUNATO 1.253,00
TERESINHA SPINDOLA LAURETH 672,00
TEREZINHA AFONSO 802,00
VALDA DUARTE CARDOSO 465,00
VALDETE DA ROSA CORREA 5.167,00
VALIRIA MARIA MACHADO ANTUNES 2.426,00
VALMA DE SOUZA DAMACENO 1.772,00
VALMIRA FERNANDES ARCENO 2.332,00
WAGNA TEIXEIRA DA ROSA 462,00
ZENAIDE DE MENDONCA CORREA 1.624,00
ZENILDA MARTINS 1.196,00
Total destinado aos favorecidos situados no município GRAVATAL: R$ 256.920,00

Gravatal

Beneficiários do município
FAVORECIDO Total no ano (R$)
ADALILA SANTOS DA SILVA 210,00
ADELINA DE SOUZA MENDES 1.168,00
ADELIR SANTANA DO AMARAL 845,00
ADELITA PETERS CARGNIN 1.978,00
ADRIANA HEINZEN DA SILVA 1.168,00
ADRIANO LAURENTINO MENDONCA 802,00
ALESSANDRA ALEXANDRE HIPOLITO 3.220,00
ALESSANDRA WIEIRA GERALDO DE MEDEIROS 2.336,00
AMINA KARINA CASTELO BRANCO CARVALHO 732,00
ANA LUCIA DE LIMA 364,00
ANA LUZIA MORAES 1.732,00
ANA MARIA DA SILVA MANOEL 2.772,00
ANA PAULA ALBINO 234,00
ANA PAULA BERANGER MARQUES 1.988,00
ANA PAULA FERNANDES BERTO 2.380,00
ANA PAULA NUNES ANTUNES 1.240,00
ANA PAULA RIBEIRO 489,00
ANDREIA DA SILVA CONCER 1.844,00
ANDREIA MACHADO DE SOUZA 117,00
ANDREIA MENDES DE SOUZA 372,00
ANDREIA NUNES 1.900,00
ANDREIA OURIQUES FLORIANO 928,00
ANGELO FAUSTINO JUNIOR 573,00
ANTONIA DE OLIVEIRA ROSA 1.168,00
BARBARA GABRIELA DA VEIGA 1.098,00
BEATRIS DA SILVA CUNHA 417,00
BENTA NEWTON TEIXEIRA MAGAGNIN 436,00
BRUNA FRANCIELI VIEIRA DE AZEREDO 1.168,00
BRUNA MARTINS NUNES 117,00
CAMILA DE JESUS VELHO 1.560,00
CARLA ROSA ALVES 1.123,00
CARLA SANDRA SOARES DA SILVA 288,00
CARLOS ANDRE DE AGUIAR 147,00
CARMELINDA MARIANO FLOR 1.168,00
CAROLINE VARGA LEANDRO 156,00
CATARINA MARTINS DE SOUZA 1.168,00
CELINA MATIAS MATTEI 1.168,00
CHRISTIAN MARTINS ALBINO 827,00
CINTIA DOMINGOS COSTA 511,00
CINTIA MARTINS FELACIO 490,00
CINTIA OLIVEIRA MENDES 732,00
CLAUDETE MARTINS ALVES FRANCISCO MONTEIRO 385,00
CLAUDIA RIBEIRO CARDOSO FIDELIS 462,00
CLAUDINEI MUNIZ 1.900,00
CLAUDINEIA DE SOUZA COMELI 732,00
CLAUDIO SOUZA DE OLIVEIRA 560,00
CLEA DE FATIMA SILVA DA CUNHA 1.970,00
CLEIDE SANTINA FRANCISCO 210,00
CLOTILDA MORAES BORGES 1.604,00
CRISTIANA CORREA SALASARIO 746,00
CRISTIANE BITENCOURT DA SILVA 676,00
CRISTINA DE OLIVEIRA 366,00
CRISTINA PEREIRA BERTO 624,00
DAIANA NUNES MACHADO 372,00
DAIANE ANTUNES DE MELLO 1.098,00
DAIANE APARECIDA CARDOSO DA ROSA 210,00
DAIANE GOULART LEANDRO 1.168,00
DAIANE NUNCIO FELETTI 1.896,00
DALICE DIONEIA CARNETTI BUENO 366,00
DANIELA DOURADO MACHADO 234,00
DANIELA DOURADO MACHADO 117,00
DANIELE CRISTINE DOS SANTOS 891,00
DENIZE PINDOBEIRA DA SILVA 1.861,00
DIENIS APARECIDA DA SILVA 117,00
DILMA DA SILVA 1.168,00
DOMENE CARDOSO MOZERLE 156,00
DORILDES TONINHA MARCOLINO 732,00
EDEMIR MENDES 422,00
ELIANA DE MEDEIROS CORREA 1.182,00
ELIANE FRANCISCO DE CAMPOS 651,00
ELIANE VARGAS 886,00
ELIETE DE FREITAS MARIA 2.432,00
ELITA MOTA DE FREITAS 1.900,00
ELIZABETE MARTINS DOS SANTOS 1.256,00
ELIZANDRA BRANDO 2.520,00
ELIZANE PEREIRA TORRES 234,00
ELIZANGELA DA SILVA DOS SANTOS 732,00
ELIZANGELA DOS PASSOS DE MEDEIROS 105,00
ELIZETE DOS PASSOS DE MEDEIROS 1.092,00
ELIZETE KLIPPER AMORIN 1.059,00
ESTELAMARIS NEVES MENDES GARCIA 344,00
ESTER DE SOUZA FELICIANO 2.418,00
EVANILDES MENDES FAGUNDES 802,00
FABIANA MARTINS PRUDENCIO 618,00
FABIANE ANDRADE PERES 2.498,00
FABIO PICKLER 2.686,00
FERNANDA FLORES FERNANDES 1.326,00
FERNANDA PEREIRA MACHADO 3.496,00
FRANCIELE CASTILHO DOS SANTOS 1.590,00
FRANCIELE DE FATIMA SIQUEIRA 541,00
FRANCIELI MACHADO VIEIRA 732,00
GEOVANEA CARDOSO 294,00
GIOVANA FERNANDES ZEFERINO 501,00
GISLAINE LOPES DE BEM 1.304,00
GISLEINE MACHADO GALVAN 2.096,00
GRAZIELA ANTUNES DE FREITAS 1.900,00
GRAZIELA DE MELLO NUNES 1.168,00
INES DE MEDEIROS 366,00
INESIA DE SOUZA MENDES 366,00
INEZ GUISONI STEINBACH 191,00
IVONETE DE SOUZA ALVES 1.636,00
IVONETE STANGA ROVEDA DE SOUZA 2.508,00
IZABEL DE SOUZA FIRMINO 294,00
JADINA LEMOS MORAIS 732,00
JADNA OURIQUES 543,00
JANETE APARECIDA DA SILVA 191,00
JANETE DE FATIMA SILVA 1.534,00
JANETE MARCELINA FELICIANO 366,00
JANETE MENDES GOMES ALBINO 443,00
JANINI DA SILVA DOS SANTOS 732,00
JANIR DE SOUZA ALVES 162,00
JAQUELINE ZAPELINI 1.900,00
JARINE ZEFERINO FIGUEIREDO 368,00
JAYNE DA COSTA BRUNO 70,00
JESSICA NOGUEIRA ROHLING 234,00
JESSYKA FLORIANO LORETTO 1.168,00
JOSELAINE LAURET NAZARIO 1.674,00
JOSIANE DE OLIVEIRA RIBEIRO 261,00
JUCELINA FRANCISCO ANACLETO 1.098,00
JULIANA GONCALVES TEIXEIRA 1.534,00
JULIANA PADILHA 1.098,00
JULIANA QUIRINO 366,00
JULIANA TOME LOURENCO 990,00
KATIANE NUNES MACHADO 234,00
KELER DA SILVA 3.522,00
LARISSA FERNANDES MENDES 420,00
LAUDELINA APARECIDA DA SILVA 2.266,00
LILIANE LEONARDO FERNANDES MENDES 1.534,00
LUANA DE JESUS LOCH 1.690,00
LUANA MACHADO FRANCISCO 1.756,00
LUCIA DE CASTRO FERNANDES 1.408,00
LUCIANA FERREIRA DOS SANTOS DE MELO 2.378,00
LUZIA DAS NEVES VARGAS 436,00
LUZIA FERNANDES GOMES 802,00
MANUELA ANACLETO DE OLIVEIRA BLASIUS 1.247,00
MARAIR DO NASCIMENTO MOTTA 1.534,00
MARCIA MOTA MORAES 1.208,00
MARCOS ROBERTO DA SILVA OLIVEIRA 474,00
MARGARETE MARTINS TORRES 35,00
MARGARETE PEREIRA 1.168,00
MARIA ALICE DA SILVA MENDES 308,00
MARIA APARECIDA DA SILVA 441,00
MARIA APARECIDA DE MEDEIROS MARCELINO 1.534,00
MARIA APARECIDA DE MEDEIROS TOME ONOFRE 304,00
MARIA APARECIDA MEDEIROS RODRIGUES 990,00
MARIA APARECIDA MEDEIROS RODRIGUES DA SILVA 910,00
MARIA APARECIDA MONTEIRO NAZARIO 366,00
MARIA APERECIDA RODRIGUES MAREGA 802,00
MARIA CAROLINA FRANCISCO MENDES 611,00
MARIA CAROLINA ZDRUICOSKI 1.861,00
MARIA CLEUSA MEDEIROS DA SILVA 693,00
MARIA DA GRACA DE OLIVEIRA FIDELIS 175,00
MARIA DE FATIMA BENTO BRAZ 1.914,00
MARIA DE FATIMA DA SILVA 924,00
MARIA DE FATIMA GENEROSO DE OLIVEIRA BESSA 706,00
MARIA DE FATIMA PRUDENTE 496,00
MARIA DE LOURDES HONORATO DAMIANI 1.861,00
MARIA IVONETE FIDELIS DA ROSA 78,00
MARIA JOSELDA JUSTI 560,00
MARIA NILZA PINDOBEIRA DA SILVA 255,00
MARIA TEREZA PEREIRA 1.534,00
MARIANGELA ZAPELIN 1.098,00
MARILDA FIDELIS 913,00
MARILEIA RAFAEL MARTINS 802,00
MARILEIA RECH LEAL 1.168,00
MARLENE MORAIS DE JESUS 2.780,00
MARLI CLEMENTE MACHADO 294,00
MAYARA LIMA GOULART 2.075,00
MONICA PREIS 1.900,00
MORGANI NUNES DA SILVA 191,00
NAIR DE ABREU NUNES DA COSTA 77,00
NELI TEIXEIRA DE JESUS 1.168,00
NEUZELI DE SOUZA MACIEL 1.900,00
NILCEA HENRIQUE LOPES 366,00
NILTON PEREIRA 3.325,00
NIVIA MARGARETE BOTTEGA DA SILVA 2.380,00
NOEMI DALFERTH ZENATI 2.218,00
PALOMA ANACLETO 1.534,00
PALOMA PEREIRA INACIO 1.168,00
PATRICIA DE ALMEIDA 2.280,00
PEDRA RODRIGUES DA SILVA 632,00
PEDRO ALVES CLEMENTE MACHADO 934,00
PEDRO SERGIO DA SILVA 3.520,00
PRISCILA ROBERTA DA SILVA SILVERIO 1.240,00
RAFAEL RODRIGUES EVANGELISTA 434,00
RAQUEL FERNANDA BERTO 802,00
REGIANE MENEGILDO JUSTINO 1.329,00
RENATA JULIAO 1.072,00
RILMERIA PONTES DE MELO 2.227,00
RITA DE CASSIA DE ANDRADE 1.900,00
ROBERTA SCREMIN DE MEDEIROS 732,00
RODINEI LUNARDI MACHADO 298,00
ROQUE RODRIGUES DE OLIVEIRA 802,00
ROSANEA APARECIDA DOS PASSOS 1.238,00
ROSANGELA ALVES MADEIRA 1.168,00
ROSANGELA LUCIANO MENDES 799,00
ROSANIA MARIANO 802,00
ROSELIA CRUZ MARTINS 117,00
ROSELIR MORAES FERNANDES 1.560,00
ROSEMARI WIEIRA 1.838,00
ROSIMERI LUCIANO FERNANDES 2.418,00
ROSINETE DE OLIVEIRA DA SILVA 1.900,00
ROSINETE DE SOUZA FIRMINO VARGAS 1.098,00
ROSINETE FERRARI 1.168,00
ROZEMAR REZENDE 1.618,00
SALETE DE MEDEIROS 1.098,00
SANDRA DO ESPIRITO SANTO TEIXEIRA 344,00
SARA ALVES DE SOUZA 1.203,00
SELMA SUELI FURTADO 1.168,00
SHAIURI CATANEO 1.168,00
SILVANA MARTINS DOS SANTOS 1.936,00
SILVANA MENDES DE SOUZA 882,00
SIMONI DOS SANTOS CARDOSO MORAIS 739,00
SONIA DOS SANTOS PACHECO 406,00
TACIANA AGUIAR CANDIDO 1.900,00
TAINA CRISTINA SILVA SOUZA 1.168,00
TAINA VIEIRA NUNES 268,00
TAINARA ALVES DE SOUZA 2.780,00
TAIS DE ALMEIDA RODRIGUES MACHADO 117,00
TAISE RODOLFO MATTOS 1.216,00
TAMARA DE CARVALHO BISPO 799,00
TANIA REGINA MARTINS DA SILVA 802,00
TATIANA DE JESUS BECKER 1.339,00
TATIANA DOS SANTOS CARVALHO 1.726,00
TERESINHA DEMETRIO 802,00
TERESINHA VIEIRA JACINTO 117,00
TEREZINHA FERREIRA SANDRINI 954,00
TEREZINHA NEWTON DE SOUZA 1.604,00
TIAGO PINDOBEIRA DA SILVA 1.495,00
VALBIA MENDONCA 1.168,00
VANDERLEIA DOS SANTOS BORGES DE OLIVEIRA 2.024,00
VANESSA FRANCISCO FERNANDES 560,00
VARLIZE GONCALVES GOULART 234,00
VERONICA FERNANDES DOS SANTOS DA SILVA 2.280,00
VITEMAR BATISTA MARTINS 382,00
VIVIANE MARCILIO 366,00
VIVIANI MENDONCA 382,00
WEQSON MENDES LIMA 608,00
ZENAIDE FERREIRA MENDES 802,00
Total destinado aos favorecidos situados no município SAO BONIFÁCIO: R$ 146.348,00

São Bonifácio

Beneficiários do município
FAVORECIDO Total no ano (R$)
ADELAIDE MARIA SCHURHOFF 802,00
ADRIANA BUCHNER FRITZEN 1.604,00
ADRIANA PROBST VOLSTER 1.168,00
ALICE EING GARCIA 1.240,00
ALVACI MARTINS NASARIO DOERNER 1.168,00
ALZIRIA KUEHL BACKES 1.583,00
ANA LUCIA SCHMITZ 249,00
ANDERLIZE ROESNER DA SILVA 1.534,00
ANGELITA PETRY BUSS 1.142,00
ANIA BEITZ WERNER 1.168,00
ANITA BEITZ STOCK 732,00
ARLINDA HEINZEN BUSS 1.189,00
CARMEM PETRY DOERNER 1.435,00
CELI PETERSEN 1.238,00
CELIA MARIA PETRY 802,00
CENIRA DIAS DE OLIVEIRA 1.664,00
CLARISCE SORAIA BEUMER CARVALHO 1.534,00
CLAUDETE WENZ STOCK 1.168,00
CLAUZELI ANGELA PETERS ERN 714,00
CLEIDE WENZ SCHMIDT 1.583,00
DANIELA DERO HEERDT 920,00
DANIELA FUCKS 1.238,00
DANIELA PEREIRA BRAUNER 1.534,00
DEBORA DA COSTA 1.417,00
DELANE MOREIRA SCHURHOFF 1.534,00
DILMA PAULA DOERNER SCHEIDT 1.168,00
DORVALINA BACKES RUBENS 802,00
EDILAINE APARECIDA HEINZEN 248,00
EDINA LEONIDIA SCHMOELLER 436,00
ELAINE CRISTINA VARGA 1.534,00
ELAINE MARIZA LICHTENFELS HAWERROTH 1.779,00
ELAINI SCHUG FRITZEN 366,00
ELENICE KRATZ 366,00
ELIANE DEFREYN 1.168,00
ELIANE ISRAEL WERNER FOLSTER 1.168,00
ELIANE TEREZA DA LUZ 1.916,00
ELISABETE PETRY 1.832,00
ELISABETE SCHMITZ 732,00
ELKI BRUGMANN 1.429,00
ENIA BEITZ FUCKS 2.020,00
ENILA VOLSTER FOLSTER 802,00
EVA ROSANI DORNER SCHUG 1.708,00
EVANIR TERESINHA BUCHNER SCHMITZ 1.970,00
EVONETI SCHMIDT ISRAEL 802,00
FATIMA HEINZEN BUSS 1.555,00
GERDE FUCKS SCHURHOLF 802,00
GESSICA WERNER 1.168,00
GUILHERMINA CARDOSO DA SILVA 404,00
IRIA SCHEIDT 170,00
ISOLI WENZ HEINZ 1.168,00
IVONE BUSS SEHNEM 394,00
JANDIRA KRATZ FRITZEN 2.040,00
JANETE SCHMIDT FUCKS 1.516,00
JAQUELINE DA SILVA RECH 2.406,00
JAQUELINE HEINZEN 1.168,00
JAQUELINE KUEHL BACKES 1.168,00
JORAILDES SALGADO RIBEIRO 1.970,00
JOSIANI WENZ 1.534,00
JUCIMARA BERNADETE DE SOUZA ROHLING 2.020,00
KARINA ROHLING 1.168,00
KATIA DEFREIN HAWERROTH 1.534,00
KATIA ROHLING BEUMER 732,00
LEONETE MARTINS 1.168,00
LEONETE SEHUG SCHMITZ 1.210,00
LEONIDES LEONITA DOERNER 436,00
LIVIA DE SOUZA FERREIRA 350,00
LORIANI KITERIA KRATZ 170,00
LUCIANA HEERDT BACKES 2.708,00
LUCIANI DORNER 2.130,00
LUCIANO KRATZ SCHUG 802,00
LUCRECIA HAWERROTH ROHLING 288,00
MARCELI MARIA GERVIN 976,00
MARCIANI KUHL 366,00
MARCILENE FOLSTER 1.168,00
MARGARIDA MAURILIA DE JESUS 1.534,00
MARGUETI WENZ SCHLICKMANN 1.534,00
MARIA APARECIDA DE MORAES MOHR 1.558,00
MARIA APARECIDA MORAES JOCKEN 170,00
MARIA DE LOURDES BUCHNER 1.168,00
MARIA DE SOUZA BEPPLER 1.238,00
MARIA HELENA RECH 436,00
MARINES PETRY 1.534,00
MARIO JOSE BACKES 802,00
MARISTELA DEFREYN LICHTENFELS 1.558,00
MARLI ISRAEL MENNECKE 1.070,00
MARLI RECH MICHELS 714,00
MAURETE KRATZ MAAS 1.238,00
NADINI MORAES VARGA 248,00
NATALI DERO 2.461,00
NEIDE NIENKOETTER BACK 1.604,00
NEITI KUPAS 1.534,00
NELDI FOLSTER DEFREYN 1.238,00
NELDI KUHL ROESNER 1.370,00
NILZENARA MARCIRIO 1.168,00
NIVALDA BUSS PETRY 1.604,00
QUELING SOERENSEN 1.238,00
RAQUEL DA SILVA ERN 3.780,00
REGINA KUHL FOLSTER 1.168,00
RENATA WEBER 1.045,00
ROSELI ERN 78,00
ROSILENE DOERNER PETERSEN 1.534,00
ROSINETI ISRAEL SCHUG 1.436,00
SALETE MEURER PETRY 1.534,00
SALETE SCHMIDT FUCKS 1.828,00
SILMA KRATZ MAUERVERCK 802,00
SILVANA BOING 2.336,00
SILVIA JAQUELINE DIRKSEN 1.663,00
SIMONE IBER VOLSTER 780,00
SINTIA VERENISSE SCHMITZ PETRY 1.534,00
TATIANA FERMIANO DE JESUS 1.168,00
TATIANE BRAGA 1.534,00
TERESINHA APARECIDA DERO 1.168,00
VALDENICE DERO 1.534,00
VALDETE ERN 632,00
VALDETE MARIA PREIS 1.148,00
VALDICA RIBEIRO MORAIS TEIXEIRA 1.436,00
VALMOR JOAQUIM 735,00
VANDERLEIA GEBHARDT 1.168,00
VANDERLORI GERVIN 732,00
VANIA FUCKS 163,00
VANIA KUHL 1.098,00
Total destinado aos favorecidos situados no município SÃO MARTINHO: R$ 60.920,00
Este artigo está em

Pela primeira vez o município de Armazém será representado no concurso “Miss e Mister” Santa Catarina 2018. Amanhã (sábado, 28) ocorrerá a coroação da etapa regional sul, onde 28 participantes receberão a faixa, o evento acontece no Praça Shopping às 20h em Tubarão, SC. A etapa estadual está marcada para o próximo ano.

Armazém será representado pela Miss Helena Neves (19 anos, 1,65 de altura e 58 kg) e o Mister Tiago Wensing (27 anos, 1,79 de altura e 76 kg) a curiosidade é que os dois candidatos são irmãos, fato inédito na história da competição. Os representantes acreditam que o evento é uma forma de divulgar o município de Armazém para outras partes do estado.

Os irmãos receberam o convite para participar do evento através do coordenador municipal Jhol Amorim e do coordenador estadual Luiz Bozzano.

Os competidores esperam o apoio da população de Armazém e estão abertos a novos patrocinadores, para que consigam representar o município. Os candidatos já contam com o apoio da Phorte Academia, The Blues Barbers, Todo Pé Calçados, Ateliê Bruna Spricigo, Salão de Beleza Lenice, Rogério Relojoaria, Construtora Wensing e Jayr Noivas Imbituba.

Este artigo está em

Join the Conversation


Ponte de madeira que dá acesso a Vargem do Cedro e São Luiz está interditada

As condições da ponte não ofereciam mais segurança aos usuários.

Preocupado com a precária situação da ponte de madeira, sob responsabilidade do Governo do Estado, na SC 436, localizada no bairro Pernambuco, que liga o centro da cidade as comunidades de Vargem do Cedro e São Luiz, o prefeito de São Martinho, Robson Jean Back esteve nesta terça-feira (31) em Florianópolis, reunido com o novo secretário de infraestrutura do Estado, Luiz Fernando Cardoso, popular Vampiro, para buscar uma solução para o problema.

Em conjunto com o DEINFRA ficou acordado que a ponte fica interditada nos próximos dias e o trânsito será desviado pelo centro da cidade, passando pela ponte inaugurada recentemente, em dezembro do ano passado. O secretário, com apoio do vice-governador Eduardo Pinho Moreira, garantiu que o Governo do Estado estará abrindo a licitação para execução da construção da nova ponte ainda no decorrer do mês de fevereiro. A obra está orçada em aproximadamente 900 mil reais e terá uma extensão de 50m x 10m, vindo a atender a mais uma reivindicação de décadas dos munícipes.

Prefeito de São Martinho [à esq.] e o secretário de infraestrutura, popular Vampiro.
“Acredito ser a decisão mais correta, pois a reforma da ponte de madeira custaria em torno de 50 mil reais, com o grande fluxo de veículos no local, precisaria de nova reforma em poucos meses novamente. Sendo assim, os inconvenientes de alguns meses agora, valerão para a construção de uma ponte de concreto que durará anos. Já estamos providenciando as melhorias na sinalização e ansiosos no aguardo da abertura da licitação por parte do governo do Estado. Deste já, pedimos a compreensão de todos na certeza de que o Governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Moreira, irão honrar este importante compromisso com nosso município.”, acrescenta o prefeito de São Martinho.

Como fica o trajeto?

Para quem utiliza a SC 436, vindo de Armazém o trajeto deve ser desviado sentido ao centro de São Martinho, à esquerda. Já para quem acessa Vargem do Cedro por São Luiz [município de Imaruí] ou São Bonifácio não há alterações, porém caso queira seguir sentido Vargem do Cedro-Armazém é necessário desviar também pelo centro de São Martinho, à direita.

Em amarelo o trajeto do desvio que deve ser realizado, em azul, trajeto antigo.
Informações publicada na página pessoal no Facebook do prefeito de São Martinho.
Este artigo está em

Join the Conversation


O deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB/SC) lançou hoje (07), em Brasília, uma ferramenta para divulgar o posicionamento de seus pares sobre o projeto que revoga o Estatuto do Desarmamento. O “Placar do PL 3722” está dentro de seu novo site –

www.deputadopeninha.com.br/placar
– e divide os parlamentares em três grupos: os que são favoráveis à mudança na legislação sobre armas, os que são contrários e os que ainda não se posicionaram publicamente sobre o tema.

Dos 16 parlamentares catarinenses na Câmara, dez são favoráveis às mudanças propostas por Peninha. Em todo o Brasil, 232 deputados federais têm posições já firmadas acerca do Estatuto do Desarmamento: 127 contra as mudanças e 105 a favor. “A população é majoritariamente favorável ao PL 3722. Tenho certeza que a partir de hoje os deputados contrários à proposta terão trabalho para se explicarem. A pressão da sociedade vai ser decisiva para aprovarmos o texto”, acredita o peemedebista.

A principal mudança proposta pelo PL 3722/12 é o fim da discricionariedade para o registro de uma arma. Atualmente, é necessária a comprovação da “efetiva necessidade” para o delegado da Polícia Federal, que pode deferir ou indeferir a compra. Pelo projeto do deputado Peninha, ficam estipulados critérios técnicos objetivos, facilitando o acesso às armas e munições legais. A proposição estabelece que, para adquirir uma arma, seja necessário ter 21 anos (atualmente a idade mínima é 25), comprovar residência e empregos fixos, não possuir antecedentes criminais, não estar sendo investigado em inquérito policial por crime contra a vida, comprovar sanidade mental e ter sido aprovado no curso de manuseio de armas e tiro.

“Em 2005, no referendo, 64% dos eleitores disseram NÃO ao desarmamento civil. O governo, no entanto, virou as costas para a opinião popular e, de lá pra cá, vem investindo pesado em campanhas para desarmar as pessoas de bem”, reclama o deputado. Peninha também alega que as medidas adotadas pelo governo federal contribuíram para o aumento dos índices de criminalidade. “Com a implementação do Estatuto do Desarmamento, o comércio de armas legalizadas caiu 90% no Brasil. Se fossem essas armas, as utilizadas em crimes, o número de assassinatos deveria ter caído em igual proporção. Não é o que verificamos, no entanto”, critica ele. Em 2014, o Brasil registrou 59.681 homicídios, o maior número já registrado em território nacional e uma estatística que coloca o país no topo do ranking mundial de assassinatos. Em nenhuma nação do mundo – nem onde estão ocorrendo guerras – tanta gente foi morta.

Este artigo está em

Join the Conversation


Além do forte calor peculiar do verão em Itajaí, no Litoral Norte catarinense, o sábado(14) foi de desafio para os 110 candidatos inscritos à função de árbitro(a) assistente do quadro de arbitragem 2017 da Federação Catarinense de Futebol. As avaliações aplicadas pela Comissão de Arbitragem da FCF foram executadas em quatro etapas.

Às 15h30min, no auditório da Câmara Municipal de Vereadores de Itajaí, foi aplicado o teste teórico, baseado no livro das regras do jogo da Internacional Board e editado pela Confederação Brasileira de Futebol. Os candidatos responderam 25 questões de múltipla escolha, com três alternativas para cada uma. A média exigida para aprovação é 7,0 pontos.

Após a execução do teste teórico, a partir das 17 horas, na Pista Sintética da Fundação Municipal de Esportes e Lazer de Itajaí, iniciou a aplicação das três etapas do teste físico para árbitros(as) assistentes. A primeira delas é o teste intitulado “CODA”, que exige agilidade, alternando arranque com deslocamento lateral e mudança de direção, exercício específico para árbitros(as) assistentes.

A segunda etapa do teste físico consiste em 6 tiros curtos de 40 metros. A terceira e última etapa do teste físico é tradicionalmente a mais difícil da avaliação física para os candidatos, consiste em 40 tiros longos de 75 metros.

Cada etapa do teste físico tem especificação de tempo respectiva para cada categoria, conforme quadro abaixo. Primeiramente foram submetidos os 92 candidatos ao quadro masculino de árbitro assistente, posteriormente foram avaliadas as 18 candidatas ao quadro feminino.

Os candidatos precisaram apresentar, obrigatoriamente, atestado médico de capacitação para realização de atividades físicas. Na pista, além de líquidos para hidratação e frutas, a Federação Catarinense de Futebol disponibilizou ambulância equipada com desfibrilador, assistência médica e também massagista para lesões eventuais.

Apesar de todas as dificuldades em serem aprovados, dois irmãos de Armazém tiveram grande sucesso e foram aprovados para agora se tornarem Federados. Os irmão Claudir e Clovis Herdt demonstração excelente preparo físico e foram muito bem na parte teórica o que os credenciam a atuarem nos campos de Santa Catarina.

Parabéns e sucesso aos irmãos pela importante conquista e pela dedicação ao esporte.

Este artigo está em

Join the Conversation