Chuvas de meteoros poderão ser vistas no céu nos próximos dias

Duas chuvas de meteoros devem produzir atividade máxima e movimentar o céu nos próximos dias, segundo a Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon). O alerta foi divulgado pela entidade nesta terça-feira (27).

A chuva de meteoros, denominada de Alfa Capricornídeas, tem seu dia de pico na quinta-feira (29) e está prevista a queda de cerca de cinco meteoros por hora. Já a chamada Delta Aquáridas do Sul ocorre na sexta (30) e deve ter em torno de 16 meteoros por hora. (Veja mais detalhes abaixo).

“Essas chuvas são totalmente favoráveis [para observação] para nós no hemisfério Sul, em Santa Catarina”, explica o astrônomo amador, Jocimar Justino.

O fenômeno poderá ser visto de todo o país. Mesmo com uma chuva de meteoros pouco intensa, a Alfa Capricornídeas pode produzir meteoros explosivos e algumas bolas de fogo durante seu período de atividade. Os meteoros da Delta Aquáridas do Sul são, geralmente, fracos e não apresentam trilhas persistentes no céu.

Entre o sábado (24) e o domingo (25), a estação de monitoramento de Monte Castelo, no Norte catarinense, fez o registro de alguns exemplares da chuva Delta Aquáridas do Sul. (Veja o vídeo no início da reportagem).

A Alfa Capricornídeos recebe esse nome porque sua direção de queda fica próxima à estrela mais brilhante da Constelação de Capricórnio. Já o Delta Aquáridas do Sul fica próximo à estrela Delta Aquarii, a quarta mais brilhante da Constelação do Aquário.

Dicas de observação

Segundo a Bramon, as chuvas de meteoros poderão ser observadas a olho nu, sem a necessidade de qualquer equipamento. “Basta procurar um local adequado e olhar para o céu na hora certa”, de acordo com a entidade.

O melhor horário de observação está previsto para entre 22h e 0h30.

“Essa dica serve para Santa Catarina e também para todo o Brasil. O ponto de referência para ver as chuvas é o planeta Júpiter. Ele é o ponto [estrela] mais brilhante na direção Leste, onde o sol nasce. Como os radiantes destas duas chuvas estão praticamente na mesma direção, vai ser bem fácil acompanhar. Não quer dizer que só surgirá deste ponto do céu, mas se você traçar uma linha da trajetória do meteoro eles vão parecer surgir deste ponto”, explica Jocimar.

 

Fonte: G1 SC

Este artigo está em

Join the Conversation