Em Brasília, Colombo acerta a liberação de R$ 3,8 milhões para o Sine

O governador Raimundo Colombo se reuniu ontem quarta-feira, (23), em Brasília, com o ministro do Trabalho e Emprego, Ronaldo Nogueira, para acertar a liberação de parcela de convênio no valor de R$ 3,8 milhões para o Programa Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Santa Catarina. O valor evitará o fechamento de postos no Estado.

“O Sine faz um excelente trabalho de intermediação de mão de obra, inserção e reinserção do mercado de trabalho. É importantíssimo no cenário econômico atual”, falou o governador.

Conforme o ministro, o pagamento da parcela está em análise técnica, mas deve ser liberado em até 20 dias. “Estamos tratando como prioridade”, observou Nogueira. Uma reunião com os técnicos da Secretaria de Estado da Assistência Social (SST) ficou agendada para a próxima semana, para os encaminhamentos finais.

O Sine atua em Santa Catarina desde 1976. Nos últimos cinco anos, cerca de 4,6 milhões de atendimentos foram realizados em 119 postos ativos no Estado. Participaram da reunião o secretário de Articulação Nacional, Acélio Casagrande, a secretaria Adjunta de Articulação Nacional, Lourdes Martini, e a secretária Adjunta de Assistência Social, Reginete Panceri.

Este artigo está em


Join the Conversation