Governador de SC inaugura escola no município de São Martinho, sul do estado

A unidade escolar foi construída em 1936, em uma área de 1.931 metros quadrados, e, atualmente possui 354 alunos matriculados no Ensino Fundamental e Médio.

Na tarde deste sábado (08), o governador do estado de Santa Catarina, João Raimundo Colombo inaugurou a obra de reforma e ampliação da EEB Fridolino Hulse, no município de São Martinho. A cerimônia contou com a presença da imprensa, autoridades políticas municipais, estaduais e federais, alunos e corpo docente da instituição e em especial a família do homenageado no qual a escola herda o nome, Fridolino Hulse.

Foto: Tiago Boeing/ORS

Fundada em 1930, a EEB Fridolino Hulse presta homenagem a um dos ‘heróis’ do município. Neto de imigrantes alemães, passou a infância na lavoura e viveu em São Martinho, antiga Praia Redonda. Fridolino Hulse saiu do município em busca de especialização, se tornou professor na escola de padres em Blumenau, ao voltar a seu município, São Martinho, trabalhou por 33 anos na área de educação, após seu falecimento a escola passou a levar o nome atual.

Foto: Tiago Boeing/ORS

Durante seu discurso, o governador do estado cita um pouco da história do homenageado Fridolino Hulse e a compara com parte de sua vida pessoal. Seus pais, na época, também necessitaram migrar da região de onde moravam em busca de uma vida melhor. “É um grande desafio para um jovem, conseguir romper esta barreira e migrar para centros onde há a tecnologia necessária para obter os conhecimentos necessários, sem dúvidas isto proporciona a ele uma grande experiência de vida. Muitos deles [os jovens] regressam a seus locais de origem e aplicam tudo que aprenderam lá mesmo, prestando indispensáveis serviços a esta terra, desta forma desenvolve-se uma comunidade”, afirma. Aproveita a oportunidade para ressaltar que inaugurar escolas é sempre um grande prazer, a educação é uma área importante, onde se cria o cidadão e passa-se conhecimento para toda a vida.

Foto: Tiago Boeing/ORS

As obras da reforma e ampliação tiveram um investimento de R$ 3,3 milhões, com recursos do Governo Estadual, por meio da Secretaria de Estado da Educação. A ampliação conta com quatro novas salas de aula, somando com as oito já existentes, quatro laboratórios, sendo dois de química e dois de informática, um refeitório e dois banheiros, contando, também, a parte da reforma do antigo prédio. O Centro Cultural foi construído numa área de 1.337 metros quadrados. Durante a visita, o governador, autoridades e público presente conheceram as instalações do centro de ensino.

Este artigo está em


Join the Conversation