Vídeo mostra ação policial que quebrou perna de mulher em Mafra

Uma mulher ficou ferida em uma abordagem policial em Mafra, no Norte de Santa Catarina. A Polícia Militar informou nesta terça-feira (10) por meio de nota que instaurou um inquérito policial militar para apurar o caso. A ocorrência foi em 19 de fevereiro e imagens feitas pelos moradores viralizaram em diferentes redes sociais.

No vídeo registrado por um morador é possível observar ao menos seis policiais na propriedade no bairro Jardim América. Um deles leva a mulher com as mãos para trás. As imagens mostram que o policial usa a própria perna para encostar na mulher e imobilizá-la. Ela cai no chão e acaba machucando o nariz e uma das pernas. O rosto dela fica ensanguentado.

O comandante da PM de Mafra, Marcelo Pereira, diz que o policial caiu sobre mulher. “Ao ser levada para a viatura, sem algemas a princípio, demonstrou resistência, razão pela qual o policial que lhe conduzia fez uso da força, vindo ao chão, restando ferimentos superficiais no nariz, bem como, suspeita de fratura na perna esquerda”, informa em nota.

Segundo comando policial, as imagens registradas pelas câmeras das fardas dos policiais foram encaminhadas na semana seguinte ao Ministério Público. Até as 13h40, o G1 aguardava retorno da assessoria do MPSC e tentava contato com os moradores envolvidos na ocorrência.

“O Comando da Guarnição Especial de Mafra esclarece que os policiais militares são treinados a fazer o uso progressivo da força, bem como, observarem os protocolos operacionais padrão”‘, informou a PM em nota.

Gritos durante ocorrência

Segundo a PM, a ocorrência iniciou quando um motociclista fugiu de uma blitz. Ele teria cruzado vias da cidade cometendo infrações e teria se escondido em uma casa. Ainda de acordo com a polícia, os moradores teriam tentado impedir a prisão do motociclista.

No vídeo, um dos policiais diz que não é necessário algemá-la. Enquanto era conduzida por outro policial, acaba ferida. Muitos gritos são ouvidos. Uma mulher diz: “Covardia, são vários ‘polícia'”. Outra questiona: “Você machucou ela, precisa fazer isso?”. Um dos policiais responde: “Precisa, ela reagiu”.

Tanto no vídeo que circula nas redes sociais, quanto na filmagem feita na câmera das fardas, é possível observar que policiais e moradores discutem, até que a mulher é presa por desacato.

Conforme a própria PM, após a confusão a mulher foi socorrida pelos bombeiros. A reportagem procurou o Corpo de Bombeiros Militar de Mafra para detalhes sobre o atendimento e aguardava retorno até as 13h40.

Segundo o comandante da PM local, um dos policiais teria sido ameaçado. “As ameaças persistiram enquanto a mulher era atendida, inclusive direcionadas de forma pessoal contra a família de um dos policiais militares presentes, o qual registrou boletim de ocorrência. Todos os detidos foram conduzidos a Delegacia de Polícia”, informa a nota.

A Delegacia de Mafra informou que foram lavrados autos de prisão em flagrante aos envolvidos na ocorrência, mas não foi detalhado para quantas pessoas e se incluía a mulher ferida, o motociclista e se continuaram presos ou pagaram fiança. Até as 13h40, a reportagem aguardava retorno da Polícia Civil com detalhes sobre o caso.

Fonte: G1 SC

Este artigo está em

Join the Conversation