Sidnei Maurício Fernandes, (31), nasceu em Armazém e desde muito cedo se encantou pelo futsal. Sid, como gosta de ser chamado, é jogador de futsal (ala) há mais de vinte anos e, neste tempo, muita história para contar. Ele lembra que sua paixão pelo esporte começou muito cedo, por volta dos 7 a 8 anos de idade. Afirma que seus irmãos, o pai, a família e os treinadores das escolinhas que participou sempre o incentivaram a seguir carreira profissional. Comenta que Guido da Rosa, popular Checo, Adelso de Souza, Terrinha como conhecido e Hélio Corrêa contribuíram para sua formação técnica nos primeiros anos. “Agradeço pelo empenho de cada um e pelo tempo em que passei na companhia deles”, expressa Sid. — O nome veiculado na edição impressa foi Hélio Arent, o correto é Hélio Corrêa.

O armazenense estreou nas competições oficiais, no Estadual Sub-16, na cidade de Orleans, quando tinha 15 anos e de lá para cá não saiu mais de cena. Depois desta participação foi contratado pelo Anjo Química de Criciúma (SC) onde ficou por cinco anos. Também atuou por 6 meses no Brusque (SC) e por 4 anos em São Paulo nas equipes: Intelli e Santa Fé. Com pouco mais de vinte anos de idade foi para Portugal. Em 2011 foi para o Kuwait, onde ficou por 6 anos, sendo que em 2015 atuou por 8 meses no Qatar. Em 2018 retornou definitivamente para o Brasil, contratado pelo Tubarão Futsal para disputar a Liga Nacional de Futsal 2018.

 

As conquistas

Ao longo de todos estes anos de dedicação ao esporte, Sid coleciona vitórias e títulos que dividiu com as equipes que já atuou. E relembra que foi campeão catarinense pela equipe do Criciúma, campeão paulista, venceu a Taça Portugal, em Portugal, a Liga do Kuwait, a Sulamericana de Sub-20 e a Copa do Qatar. Além disso, foi convocado pela Seleção Brasileira para participar de dois amistosos no Qatar e, também, de um amistoso no Chile, na Sulamericana de Sub-20.

Tiago Boeing / O Regional Sul

O retorno

Sid não esconde que o retorno definitivo ao Brasil está ligado ao desejo de ficar próximo da família, de acompanhar o crescimento de sua filha Aninha e para curtir a sua esposa Néia. “Já fizemos muitos sacrifícios pela minha carreira fora do país, perdi um bom tempo longe delas, agora quero aproveitar” relata Sid.

Os planos

Neste ano Sid está focando em atuar na equipe do Tubarão Futsal e começa a planejar os próximos passos. O atleta que lamenta ter abandonado os estudos por conta da saída do país e afirma que vai retomá-los. “Quero concluir o Ensino Médio, fazer faculdade de Educação Física, quem sabe atuar como treinador, professor, não sei ao certo. Tenho certeza de que desejo continuar no esporte, pois não sei viver fora deste mundo”, afirma. Para os meninos e meninas que desejam escolher o esporte como profissão Sid diz: “Foquem nos estudos. É preciso antes de tudo ser um bom aluno, para depois ser um atleta”.

Atuação na LNF

O Tubarão Futsal estreia na competição no próximo sábado (24), contra o Assoeva, em Venâncio Aires (RS). E em casa contra o Corinthians na terça-feira (27), às 20h15min, na Arena Multiuso Prefeito Estêner Soratto da Silva.

Serviço

Em Armazém os ingressos podem ser adquiridos no Restaurante Tropicana no valor de R$ 25,00 para cada jogo e R$ 100,00 o passaporte para acompanhar os nove jogos da competição.

Este artigo está em

Join the Conversation