Polícia prende homem suspeito de praticar vários furtos no município de Gravatal

Nos últimos tempos o município de Gravatal tem sofrido com uma onda de furtos em residências e também em propriedades agrícolas. Nestes furtos alguns cavalos foram subtraídos.

Um indivíduo de 26 anos, com vários antecedentes policiais (pelo menos treze indiciamentos por furtos, porte ilegal de arma de fogo e receptação), era apontado como principal suspeito. Nos últimos meses a Polícia Civil vinha tentando identificar o “modus operandi” do mesmo.

Nestas investigações foi possível constatar que ele utilizava caminhos por estradas do interior do município de Gravatal para chegar até a cidade de Tubarão. Estes caminhos eram utilizados para levar os objetos subtraídos (motos, cavalos, etc). Acredita-se que o suspeito tinha receptadores pré-agendados para seus furtos. Durante as investigações foi possível indiciar o suspeito em pelo menos um destes furtos, tratando-se de uma motocicleta, a qual, infelizmente não foi recuperada.

Recentemente o suspeito, na companhia de seu cunhado, de 23 anos, furtou um cavalo e equipamentos de montagem de duas vítimas diferentes. Estes furtos ocorreram na madrugada de 19 de fevereiro deste ano (domingo para segunda-feira). Os furtos foram registrados sequencialmente nos bairros Bela Vista e Tiradentes. Naquela madrugada Policiais Militares de Gravatal, que estavam em rondas, foram acionados por uma testemunha que indicou o caminho dos suspeitos. A dupla foi flagrada com o cavalo e quando viu a viatura da Polícia Militar empreendeu fuga por um matagal, abandonando o animal, o qual foi apreendido.

Foi instaurado novo Inquérito Policial na Delegacia de Polícia de Gravatal, o qual comprovou a autoria do delito, inclusive com confissão dos suspeitos, os quais alegaram “que iriam apenas dar uma volta com o cavalo”. Esta versão não é compatível com as provas colhidas durante as investigações.

Mesmo após este fato, o suspeito demonstrou comportamento agressivo. Alguns dias após seu interrogatório acabou ameaçando testemunhas em um novo episódio. Uma vítima de furto em residência que foi procurar parentes do indivíduo de 26 anos. Ocorreu certo tumulto entre a vítima e a companheira do suspeito. Naquela oportunidade o indivíduo de 26 anos teria sacado uma espingarda, com a qual teria ameaçado várias pessoas, tendo inclusive efetuado dois disparos para intimidar estas pessoas. A Polícia Militar foi acionada e foi ao local, entretanto o suspeito fugiu antes da chegada dos policiais.

Com relação ao porte ilegal de arma de fogo e o disparo de arma de fogo envolvendo este último fato, foi instaurado novo inquérito policial, no qual o suspeito responderá por posse ilegal de arma de fogo e disparo de arma e fogo. Também foi instaurado um inquérito para apurar o furto na residência da vítima envolvida no tumulto.

ASCOM Delegacia de Polícia Civil de Gravatal / Divulgação ORS

O inquérito policial que apura o furto do cavalo e dos equipamentos de montagem foi finalizado e a autoridade policial responsável pelas investigações, Delegado José David Machado, representou pela prisão preventiva do indivíduo de 26 anos. O Ministério Público da Comarca de Armazém se manifestou favorável à prisão e denunciou os suspeitos por furto qualificado (duas vezes), sendo denúncia aceita e a medida cautelar deferida pelo Poder Judiciário da Comarca de Armazém.

No final da tarde de hoje Policiais Civis da Delegacia de Polícia de Gravatal deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva do suspeito, o qual se encontrava em uma residência no bairro Bela Vista, em Gravatal. No momento da prisão o suspeito levou os policiais até o local onde “supostamente” teria escondido a espingarda, entretanto, o objeto não estava no local. Segundo o indivíduo de 26 anos, a arma teria sido “furtada”.

Os responsáveis pelas investigações agradecem todos os Policiais Civis e Militares envolvidos, bem como enaltecem o empenho da população de Gravatal, a qual não mede esforços para que seja possível obter informações e denúncias de qualidade. Através destas informações e denúncias é que se consegue sequencias de crimes cometidos por indivíduos como este.

Outras investigações seguem com relação aos demais furtos e novos indiciamentos devem ocorrer.

Este artigo está em

Join the Conversation