União eliminado da 1ª divisão da L.T.F. – Lissandro Velho

No último fim de semana foram disputados os dois jogos das semifinais da Liga Tubaronense de Futebol. No sábado debaixo de muita chuva, no estádio Paulo Wensing, em Armazém, o União jogava em casa e precisava de uma vitória por dois gols para chegar a grande final, após sete anos. O adversário era o Água Verde de Pescaria Brava. Apesar da equipe visitante começar melhor, que saiu na frente foi o União aos 23 minutos de partida, com o estreante Kleyffer. A equipe do União melhorou na partida, porém o Água Verde foi superior na primeira etapa, mesmo com a desvantagem no placar.

Na segunda etapa o União balançou a rede novamente com o decisivo Adavilson, quando eram jogados 12 minutos da etapa complementar. Tudo parecia tranquilo para o União, porém o treinador Sidnei, do Água Verde, colocou o atacante Matheus que deu outro ritmo a equipe visitante. Aos 31 minutos, Ícaro derrubou Matheus dentro da área, ele mesmo converteu a cobrança da penalidade. O treinador Guilherme “Penacho” e o assistente Hélio Corrêa promoveram a entrada de quatro jogadores e mais um no fim do jogo. Muito criticado o treinador Guilherme argumentou, “nossa ideia era reforçar o poder de marcação e usar dos contra-ataques para matar a partida. Porém às mudanças não surtiram o efeito desejado e para piorar tomamos o gol de empate já próximo ao fim da partida. Eu assumo a responsabilidade, peço desculpa a todos por talvez ter errado, porém de maneira alguma tivemos a intenção de prejudicar a equipe. Nosso objetivo era ser Campeão, mas já que isso não foi possível, temos que seguir em frente, mesmo com muita tristeza em nossos Corações” e finalizou, “quero agradecer a todos pelo empenho, principalmente a diretoria, aos torcedores e todos os jogadores que se entregaram ao máximo”.

O gol a qual o treinador se refere foi marcado aos 38 minutos, de cabeça, por Fred, após cruzamento da direita. O empate garantiu o Água Verde na grande final, já que na primeira partida venceu em casa por 2×1 e com a vantagem da vitória o empate bastava.

Foram cometidas ao total 39 faltas durante a partida. Foram 22 faltas do União e 17 do Água Verde. Escanteios foram nove para o União e sete para o Água Verde.

O árbitro José Roberto Larroyd teve excelente atuação, juntamente com o 1º assistente Zilton Farias e o 2º assistente Valmir Pacheco. O Presidente da L.T.F. Welington Ribeiro Brasil se fez presente no confronto.

Na outra semifinal a SERI venceu o Palmeiras por 2×0, após empate em 2×2 na primeira partida e assim se garantiu na grande final da Taça Arlete Transportes e Logística.

Agora os clubes se enfrentarão em partida única, a confirmação do dia, hora e local será definido pela Liga Tubaronense de Futebol com os clubes finalistas.

Esta será a primeira vez que Água Verde e SERI se enfrentarão numa final da L.T.F. A Seri não possui nenhum título, já o Água Verde é bicampeão e com o acesso a final, os dois clubes garantiram vaga na Copa Sul dos Campeões em 2018.

Este artigo está em


Join the Conversation