SERI conquista título inédito da L.T.F. – Lissandro Velho

Após grandes disputas, a partida final entre SERI x Água Verde foi realizada no Estádio Municipal Sílvio Zapelini, em Gravatal. O jogo inicialmente estava previsto para o Estádio Domingos Silveira Gonzales, em Tubarão. Mas, o presidente da L.T.F. Welington Brasil, relatou: “As finais sempre foram marcadas no Domingos Silveira Gonzales, só que neste ano o Atlético Tubarão disse que iria arrumar o gramado e, por isso, não foi possível ceder o Estádio”. E, acrescentou: “Como não temos muitas escolhas na região, fizemos uma reunião com os presidentes dos clubes da final e decidimos fazer em comum acordo em Gravatal”.

Com excelente público presente mesmo com o forte calor a partida demonstrou muito equilíbrio. Na primeira etapa o Água Verde demonstrou mais tranquilidade e foi melhor. Aos 37 minutos, Ronaldinho perdeu uma grande chance de cabeça para a SERI. A resposta do Água Verde veio dois minutos depois em uma cobrança de falta pela direita e na cabeçada certeira de Fred, a equipe visitante saiu na frente, para delírio do bom número de torcedores do alviverde, de Barreiros.

PUBLICIDADE

Na segunda etapa e, após muita conversa, no vestiário a SERI retornou com mais vontade, melhor e, logo aos três minutos, Luan fez valer o ingresso dos torcedores presentes no estádio municipal de Gravatal, fazendo um golaço de perna esquerda, no ângulo. Muita comemoração no gol que levou a partida para as penalidades.

Nas penalidades o Água Verde perdeu a primeira cobrança (fora) e a terceira (defendida pelo goleiro Tiago). O responsável para a cobrança decisiva foi Luan, que não desperdiçou e garantiu o inédito título para a equipe da SERI.

O árbitro da partida foi Rodnei Nunes que teve boa atuação e deixou o jogo correr.

Destaques:

  • Goleiro menos vazado – Tiago (SERI).
  • Artilheiro: Juninho Humaitá (Ferroviário/N.S. Aparecida) com seis gols.
  • Destaque da competição: Luan (SERI).

Este artigo está em

Join the Conversation