Morro da cruz: Era uma vez um ponto turístico – Deivid Arent

O “Morro da Cruz” como é popularmente conhecido pelos moradores e turistas que visitam o município de Armazém, é um dos pontos mais altos no centro da cidade e tem uma boa vista panorâmica. No mesmo ponto fica situado o monumento de uma cruz, que em outros tempos era frequentado por famílias e pessoas que buscavam poder descansar e desfrutar da paisagem. Hoje a história não é mais a mesma, a vista continua muito parecida, porém os motivos que levam as pessoas a subirem ao local não são mais os mesmos.

Como informaram alguns moradores, eles convivem diariamente com a insegurança por os frequentadores serem desconhecidos. A polícia militar costuma fazer rondas no local, certamente com intuito de combater o consumo e o tráfico de drogas que está presente em larga escala no município e no local precisamente, e rotineiramente ocupam as páginas policiais dos jornais da região.

Foto enviada por morador

Recebi o relato de um morador, que devido a situação, criou uma “rede de vizinhos” para ajudar na comunicação entre eles. “A gente se comunica através de mensagens via Whatsapp, pois esse é um problema que nos incomoda, estamos a todo tempo inseguros e compartilhamos da mesma opinião. Este local deveria ser utilizado para o lazer das famílias, deveria estar limpo e até mesmo cercado, com um jardim bonito e que demonstre as origens de um município do interior”. O mesmo morador enviou fotos do local, sendo possível identificar além do mato que está muito alto, frascos vazios de bebidas alcoólicas, carteiras de cigarros e até mesmo preservativos já utilizados, tudo isso deixado no chão, mesmo com duas lixeiras no local, que sempre acabam ficando vazias.

Foto enviada por morador

Sim, é um caso de polícia e do poder público também, que muitas vezes se ‘esconde’ dos problemas. É preciso encarar a realidade de frente, e não virar as costas para ela.

Este artigo está em


Join the Conversation