Atual presidente do Hospital Santo Antônio de Armazém se manifesta sobre saída de ex-diretor – Deivid Arent

Na última edição do jornal, nesta coluna falei sobre a saída do ex-vereador Clebir Marciano da função de diretor do Hospital Santo Antônio após sete meses de sua chegada a instituição. Na ocasião questionei os motivos que teriam levado a este fato. Na data de circulação da edição impressa a equipe de redação do jornal recebeu um e-mail do presidente do hospital, Valdo Rodrigues, questionando a veracidade das informações presentes no último parágrafo, onde citei a fala de um vereador que preferiu não se identificar. Confira o e-mail na íntegra “[…] O erro está no último parágrafo, onde diz que um vereador da oposição solicitou a prestação de contas, isso é uma inverdade, pois sou o presidente do hospital, e fomos por duas vezes na Câmara de Vereadores, prestar contas e esclarecimentos, a primeira vez, o senhor Cleber prestou contas detalhadas, e na segunda vez, o senhor Vanclei [diretor interino do hospital] falou e eu mesmo prestei contas, (sic) inclusive as duas vezes acredito terem gravações (sic)”.

No parágrafo citado por Valdo, o vereador em questão, havia afirmado ter questionado o afastamento de Cleber, disse ainda que conversou com o prefeito Zé Arent sobre o assunto e chegou a solicitar na câmara a prestação de contas da instituição, no período em que Cleber esteve na instituição, e segundo o mesmo, até a data da conversa não havia recebido documentos.

Por telefone, o presidente do hospital confirmou as informações presentes no e-mail. Segundo Valdo Rodrigues, a primeira prestação aconteceu no dia 24 de abril, e a segunda no dia 14 de agosto, ambas realizadas nesse ano de 2017, na ocasião o presidente diz que entregou uma cópia da prestação para os vereadores que haviam solicitado. Nesta semana Valdo se prontificou a me enviar a prestação de contas do Hospital, porém até a data de fechamento de minha coluna não recebi os documentos.

Em breve uma associação

Segundo Valdo Rodrigues, presidente do Hospital Santo Antônio, assim que as documentações estiverem prontas, a instituição se tornará uma associação. A previsão é de que até o final desse ano tudo esteja regularizado. Vale lembrar que este já era um desejo do prefeito Zé Arent, que durante sua campanha para a eleição de 2016, fazia questão de ressaltar a possibilidade.

Para Valdo, a população terá muitos benefícios. “Hoje o hospital sobrevive somente com doações da população e o repasse da prefeitura de Armazém, que contribui com 53 mil reais mensais, e Gravatal, que auxilia com apenas sete mil reais por mês juntamente com algumas doações de empresas, sendo que quando o hospital se tornar uma associação, poderá receber repasses de deputados na esfera estadual e federal, diferente do que acontece hoje, pois o repasse não vem direto para o hospital. Ou seja, tendo dinheiro na associação, a gente pode melhorar os atendimentos, quem ganhará será a população”., concluiu o presidente.

Este artigo está em


Join the Conversation