Legislativo em foco

Após recesso de um mês a câmara de Armazém voltou aos seus trabalhos, de igual forma a câmara de São Martinho, porém, esta ultima teve recesso parlamentar de quinze dias apenas. Os poderes legislativos de ambos os municípios, na pessoa dos vereadores Edson Felisbino Silvano (PSDB) e Wanio Effting (PSD), presidentes da Câmara de Armazém e São Martinho, respectivamente, vem fazendo bom trabalho a frente destas casas legislativas, ambos aproveitaram o recesso para fazer reformas nas dependências das duas casas, para melhor atender a população que visita a casa de leis.

Reforma política da lata do Lixo

“A reforma política foi um desastre”, parafraseando o governador Raimundo Colombo. O modelo atual está falido e os deputados tiveram a chance de mudar e não o fizeram. E para a classe política é um grande prejuízo, pois com isso não conseguem recuperar a credibilidade e exercer a liderança com mais força nesse modelo que está aí. Não mudar isso é querer que a classe política continue fraca e desmoralizada. Na pratica não houve grandes mudanças, o fim das coligações seria um grande passo, primeiro erro, com certeza o grande numero de partidos se reduziriam naturalmente, mandato de quatro anos para cargos do executivo, segundo erro. Não unificar as eleições terceiro erro. Por fim, talvez o único tiro que tenha acertado o alvo foi o fim da reeleição para prefeitos, governadores e para presidente da republica. Em suma perdeu o congresso e a população mais uma vez.

Serra pré-candidato

O senador tucano José Serra, em sua passagem esta semana por Santa Catarina, não poupou elogios ao nosso estado, inclusive frisou que Santa Catarina é um dos estados mais desenvolvidos da nação. Mostrou-se candidatíssimo e se ver que ficará sem espaço no ninho tucano – algo bem provável – seu destino pode ser mesmo o PMDB do amigo Michel Temer. Nós estamos em meados do primeiro ano do mandato da presidente Dilma e as costuras políticas já deram inicio. Inclusive o senador tucano rechaçou a idéia de impeachment da presidente Dilma, falou que a mesma não vai renunciar. “Uma eventual cassação vai depender de investigações que estão sendo feitas na Justiça Eleitoral e no Tribunal de Contas. Na Democracia, você não tira um presidente porque ele é ruim. Tem que tem motivos de falta de decoro e comportamento.” Concluiu o senador.

Secretarias Regionais, fim está próximo

O governo do estado protocolou antes do recesso parlamentar, projeto de lei que enxugas as famosas SDR’s. Porém é fato que o PMDB mostra-se contrario ao projeto, já o PSD quer enxugar as secretarias, inclusive transformando-as em agencias regionais. O bem da verdade, pela vontade política e administrativa do governador Raimundo Colombo, as secretarias regionais já estariam extintas há muito tempo. Atualmente não passam de cabides de emprego para aqueles que se aventuraram nas eleições e não obtiveram êxito e precisam ser acomodados de alguma forma, mas isso não é um fato isolado, o mesmo acontece no âmbito federal. Os deputados e senadores cometem o mesmo toma lá da cá, apoiando o governo federal em troca de cargos para os seus apadrinhados. E como diria o autor desconhecido o pau que bate em Chico é o mesmo que bate em Francisco.

Este artigo está em