Mulheres confundem problemas na tireoide com sinais de stress

Cansaço, falta de motivação, dificuldade de se concentrar e infertilidade: Nem sempre são causados pelo stress, esses também podem ser sinais de que algo está errado com a tireoide.

As disfunções nessa glândula são mais comuns em mulheres. Para ter ideia, aos 60 anos de idade, 17% delas apresentam hipotireoidismo (tireoide pouco ativa) ante 8% entre os homens. Quando se trata do hipertireoidismo (muita liberação de hormônio), o cenário não muda: a encrenca é dez vezes mais comum no sexo feminino do que no masculino.

Mas, mesmo tão expostas às disfunções tireoidianas, a mulherada não está ligada nos sinais relacionados a elas. É o que demonstra uma pesquisa global encomendada pela empresa alemã de ciência e tecnologia Merck, que incluiu 6.171 voluntárias de setes países: Brasil, México, Chile, Itália, Arábia Saudita, Indonésia e França.
O levantamento mostra que a maioria das participantes desconhece os sintomas de distúrbios na tireoide ou relaciona-os apenas à rotina corrida que se leva atualmente. Quase metade das entrevistadas (49%) não suspeitou que o fato de se sentirem cansadas/lentas todos os dias poderia ser causado pelo mau funcionamento da glândula localizada no pescoço. O mesmo vale para o sentimento de agitação e/ou dificuldade para dormir.

Fonte: saude.abril.com.br
Matéria adaptada para jornal impresso

Este artigo está em

Join the Conversation