O agradecimento do prefeito – Arilton Barreiros

Tão logo foi aprovado na Câmara de Tubarão o projeto da reforma administrativa, o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, postou a seguinte mensagem: “Quero agradecer aos senhores vereadores da Câmara Municipal de Tubarão pela demonstração de respeito à população e preocupação com o bem comum. A aprovação de importantes projetos que integram o pacote de medidas proposto por nossa administração é o primeiro passo para que Tubarão encontre, novamente, o caminho do desenvolvimento. Reafirmamos o compromisso que temos com a sociedade, com a transparência de nossas ações e com o diálogo”. Por já ter passado pelo Legislativo, como vereador e deputado, o atual prefeito de Tubarão sabe o quanto é importante administrar junto com a Câmara Municipal. Sabe também que feliz é o governo que tem oposição e por isso com certeza respeitará os vereadores que são contrários ao seu governo.

GASTO DESNECESSÁRIO

O governo de nosso Estado abriu inscrições para municípios solicitarem verba para festas de carnaval. O valor total disponível é de R$ 4 milhões. O período de cadastro do programa foi até 2 de fevereiro e a entrega de projetos e documentos, foi até dia 6 nas sedes das Agências de Desenvolvimento Regional. Os valores serão destinados para as prefeituras que poderão contratar todo o serviço de infraestrutura, como palcos, sonorização, trio elétrico, iluminação, arquibancada e segurança. O carnaval faz parte da cultura do nosso povo e deve ser incentivado. Mas convenhamos: na época que estamos vivendo, em que o governo não tem dinheiro nem para pagar o transporte escolar (para não tocar em outros temas), gastar R$ 4 milhões com o carnaval é um grande absurdo e um equívoco. Escolas, blocos e quem gosta de carnaval deveriam bancar a festa de seu próprio bolso.

AGORA É SABER CORTAR

Por mais de sete horas, sendo uma sessão demorada, a Câmara de Vereadores de Tubarão esteve reunida sob a presidência de Felipe Luiz Colaço. A base governista, liderada pelo prof. Maurício da Silva e sempre a participação do vereador Alexandre Morais, aprovou todos os projetos da ordem do dia, como um verdadeiro rolo compressor. Coube à oposição se posicionar, por parte dos vereadores José Luiz Tancredo e Douglas Antunes, mas como na democracia quem tem a maioria manda e o resto obedece, não houve como barrar algum projeto. Com o plenário lotado e sob a pressão de vaias, tudo o que o governo Ponticelli/Caio desejava foi aprovado com a maioria deles por 11 votos a 5. O vereador João Fernandes esteve ausente. Agora Joares e Caio estão com a faca e o queijo na mão. Basta saber cortar.

O que rola na região?

  • Os vereadores Lucas Esmeraldino e Xandão, pertencentes ao PSDB, foram muito vaiados pela galeria lotada, principalmente de servidores na sessão extraordinária da Câmara de Tubarão. Já o professor Maurício da Silva (PPS), apesar de ser xingado, manteve a serenidade de sempre e cumpriu com o seu verdadeiro papel de líder do governo.
  • Vereador do PSDB, João Fernandes não participou da sessão extraordinária da Câmara de Tubarão devido a problemas que teve com sua empresa em Cordeirópolis, São Paulo. João viajou de automóvel na terça-feira à noite e não conseguiu resolver tudo o que desejava a tempo de retornar para Tubarão.
  • Tribunal Regional Eleitoral marcou para dia 2 de abril a eleição suplementar em Sangão. Os partidos agora terão que se apressar na realização de suas convenções para escolher os candidatos e começar em seguida a campanha. Ainda não existem nomes definidos em nenhum dos partidos.
  • Deputado Federal Jorge Boeira (PP) deverá se licenciar por um período de quatro meses para cuidar de seus negócios particulares com toda a dedicação. Como o primeiro-suplente, Fabrício Oliveira, se elegeu prefeito de Balneário Camboriú, estará assumindo o segundo, Odacir Zonta.
  • Santa Catarina fechou o ano de 2016 com a abertura de 82.362 novas empresas de todos os portes, 16,9% mais do que o total registrado no ano anterior, 2015, quando foram criados 70.437 novos negócios. Os dados foram fornecidos pela Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e pela Junta Comercial de Santa Catarina.
  • Professor Douglas Antunes (PMDB), apesar de estar debutando no Legislativo de Tubarão, deu uma tacada de mestre no momento em que foi a plenário o projeto de congelamento do salário do prefeito e dos agentes políticos. Ele apresentou emenda para que na Câmara todos os salários também não sofressem aumento nos próximos quatro anos. O pedido foi aprovado por unanimidade, talvez até a contragosto de alguns.
  • Fonte da prefeitura de Tubarão garante que com a aprovação de regime único e com a passagem de todos os celetistas para estatutários a economia em processos trabalhistas será muito grande. Havia uma fábrica de processos trabalhistas dentro da municipalidade que agora tem prazo para acabar.
  • Vereadores que não tomaram posse em Capivari de Baixo depois de serem reeleitos devido à operação Casa da Mãe Joana, Edson Cardoso (PMDB), Fernando Oliveira da Silva (PSB), Ismael Martins (PP) e Jean Rodrigues (PSDB) estão entrando na Justiça individualmente para reverter a decisão.
  • A arquiteta Andrea Guglielmi, esposa do empresário Glauco Caporal, foi sondada pelo prefeito Joares Ponticelli para assumir a Secretaria de Mobilidade, Planejamento e Urbanismo com a desistência de Leodegar Tiscoscki. Andrea agradeceu  e se colocou à disposição de forma voluntária. É possível que Ponticelli deixe a pasta nas mãos do vereador Alexandre Morais, já que Desenvolvimento Econômico combina com Planejamento.
Este artigo está em


Join the Conversation