IFSC de Tubarão poderá utilizar prédios da União

Foi assinado nesta terça-feira (7) o termo de cessão de uso de imóveis da União para o Câmpus Tubarão do IFSC, na Superintendência de Patrimônio da União (SPU) em Florianópolis, pela reitora Maria Clara Kaschny Schneider e o superintendente substituto Carlos José Bauer. Também estiveram presentes a diretora-geral do Câmpus Tubarão, Consuelo Sielski, e a coordenadora de Destinação da SPU, Tereza Cristina Godinho Alves.

O termo de cessão de uso, com prazo de 20 anos, corresponde a quatro construções no terreno ao lado do Câmpus Tubarão do IFSC, onde funcionaram órgãos públicos do Governo Federal, como o Dnit. Segundo a reitora Maria Clara, as negociações para cessão do terreno começaram em 2014 e já há o projeto para reforma das instalações. A expectativa é de que as obras sejam iniciadas em breve.

O espaço, que consiste em três construções, será destinado à cantina, salas de aula e espaço para grupos de pesquisa e extensão. A diretora-geral Consuelo Sielski destacou que hoje o Câmpus Tubarão está com sua lotação completa, com um curso superior, dois técnicos, cinco de qualificação  profissional, dois cursos Pronatec e ainda um curso de educação de jovens e adultos oferecido em outra instituição por falta de espaço no câmpus. As novas salas de aula serão necessárias para novas ofertas, inclusive em diferentes áreas, como Eletrotécnica e Gestão.

Este artigo está em

Join the Conversation