Atletas de São Martinho conquistam medalhas no Campeonato Estadual de Karatê em Tubarão

No último sábado (02), os atletas da academia Antunes de Karatê de São Martinho, juntamente com a Associação de karatê de Armazém, disputaram o Campeonato Estadual de Karatê realizado, em Tubarão.

A equipe contou com 19 atletas que conquistaram  31 medalhas, sendo 12 medalhas de ouro, 9 de prata e 10 de bronze. Os atletas de São Martinho eram Arthur Vinícius Schumacher, que conquistou 1 medalha de ouro na modalidade de Kumitê (luta), Ana Carolina Lehmkuhl que conquistou 1 medalha de prata na modalidade de Kata e 1 medalha de bronze no kumitê, e ainda, o atleta e instrutor de São Martinho, Fernando Justino Antunes conquistou 1 medalha de ouro no kumitê e 1 medalha de prata no kata.

Sugendo a Secretaria de Educação e Esportes, as aulas de karatê em São Martinho tiveram início em 2017, “ com intuito de levar o conhecimento desta arte para crianças e adultos, proporcionando uma melhor qualidade de vida, melhor condicionamento da saúde e também ser usado como meio de autodefesa.”

As aulas são ministradas na Escola de Ensino Fundamental Rodolfo Rocha pelo instrutor Fernando Justino Antunes, graduado no 1º Dan pela FCK (Federação catarinense de Karatê) e pela CBK (Confederação Brasileira de Karatê). Atualmente frequentam as aulas 16 alunos. A Secretaria de Educação e Esportes vem apoiando e incentivando a prática de novas modalidades esportivas no município.

A palavra karatê significa “mãos vazias”. Kara=vazio / Tê=mão

O Karatê, uma arte marcial nipônica, que teve seu surgimento na ilha de OKINAWA no sul do Japão no século XVIII, época em que as armas eram proibidas naquela região, e por isso fez com que muitas nações praticassem as artes marciais desarmadas, dando assim à sua origem.

A prática dessa arte marcial permite uma disciplina do corpo e da mente, e por incrível que pareça é considerado uma ótima atividade terapêutica. Além de desenvolver a coordenação motora, o condicionamento físico, se tornando um exercício para desenvolver a agilidade, força e autodefesa por usar apenas as partes do corpo, como mãos, pés braços, pernas, cérebro etc.

Este artigo está em


Join the Conversation