Santa Catarina sedia etapa regional do Prêmio Gestão Escolar

A capital de Santa Catarina, Florianópolis, sedia nesta segunda e terça, 30 e 31 de outubro, a etapa regional do Prêmio Gestão Escolar 2017, promovida pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), em parceria com a Secretaria de Educação do Estado de Santa Catarina e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O evento reúne os gestores premiados nas etapas estaduais das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, para a escolha dos representantes de cada para etapa final. A cerimônia de premiação está marcada para as 17h30 desta terça-feira, 31, no Hotel InterCity.

Realizado desde 1998, o prêmio contempla projetos inovadores e gestões competentes na Educação Básica da rede pública de todo o país. Para participar, o diretor teve que fazer uma auto avaliação de sua gestão. “Ao analisar os processos de gestão da escola, ele elaborou um plano de ação, construído com a participação da comunidade escolar”, explica o presidente do Consed, Idilvan Alencar.

O processo de seleção das escolas inscritas se dá em quatro etapas: Local, Estadual, Regional e Nacional. Nas etapas Local e Estadual, representantes do Consed e da Uninão Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), em cada unidade da federação, foram os responsáveis por selecionar os avaliadores e coordenar o processo seletivo em suas respectivas jurisdições, considerando os critérios descritos no edital.

Nas etapas regionais, comitês contam com o auxílio de especialistas contratados pela Coordenação Nacional avaliação das escolas. Ao final, na etapa nacional, a Comissão, composta por representantes das instituições parceiras e do Consed, por meio de voto direto, secreto e unipessoal, indica a escola “Referência Brasil”.

Como premiação, haverá uma viagem de intercâmbio nacional para os representantes das escolas “Destaque Estadual”, uma viagem de intercâmbio a um país da América Latina para os representantes das escolas “Destaque Regional” e “Referência Brasil”, além de um prêmio em dinheiro, no valor de R$ 30 mil, para a escola “Referência Brasil”.

Esta é a 16ª edição do prêmio, que a partir de 2011 tornou-se bianual. Em mais de duas décadas, aproximadamente 34 mil escolas de todas as regiões do país participaram e mais de 7 milhões de estudantes foram beneficiados com os projetos implantados pelos gestores inscritos. Neste período, 90 escolas chegaram à etapa final e foram premiadas com recursos financeiros e equipamentos, além de formação e intercâmbio para os diretores. Participam escolas do ensino regular da educação básica, das redes públicas estaduais/distrital e municipais.

Gestão Escolar pelo Brasil

No último dia 21 de outubro, o Caic de Palmas sagrou-se campeã da etapa Regional Norte, realizada em Rio Branco, estado do Acre. Na região Nordeste, a premiação será realizada em 9 e 10 de novembro, em Natal, Rio Grande do Norte. Já a etapa final do Prêmio de Gestão Escolar 2017 será realizada no dia 4 de dezembro, em Bonito, Mato Grosso do Sul.

Escola de Ituporanga representa Santa Catarina no Prêmio Gestão Escolar

Quem representa Santa Catarina no prêmio é a diretora Viviane Rosa Bennert, da EEF Mont Alvern. Localizada no município de Ituporanga, a escola vencedora da etapa estadual do prêmio atende mais de 600 alunos entre o 1º e o 9º ano do ensino fundamental e foi escolhida entre as quase 200 unidades inscritas. A atuação em conjunto com a comunidade, que participa ativamente em todas as tomadas de decisão da unidade, fez a diferença na escolha da escola.

Atuando como diretora da unidade desde 2015, Viviane destaca que a equipe de técnicos e professores unida foi o que tornou possível este trabalho de atenção e interação com a comunidade. “Se eu puder atribuir o bom desempenho da nossa instituição, apenas um fator eu escolheria o trabalho em equipe. Independente do dia, do horário ou do tipo de trabalho, toda nossa equipe atua empenhada no sucesso da nossa escola e no bem estar dos nossos alunos”, comenta.

Entre alguns dos destaques da instituição estão a Gestão Pedagógica Participativa, que trata da atuação comunitária no planejamento das ações da escola, envolvendo assim pais e responsáveis não somente na resolução de problemas relacionados à aprendizagem ou indisciplina, mas também no cotidiano da instituição; a revitalização da biblioteca da escola que conta agora com um Cantinho da Leitura, iniciativa que busca tornar cada vez mais agradável o hábito da leitura para estudantes de todas as idades; e Avaliação Institucional, realizada pela escola para verificarem como os pais e comunidade escolar estão percebendo a escola, entre outros.

Este artigo está em


Join the Conversation