Polícia Civil de Gravatal destrói drogas apreendidas

Na manhã desta quinta-feira, 26, no forno da “Cerâmica Torquato” (bairro Lomba, em Gravatal), a Polícia Civil de Gravatal, com acompanhamento da Vigilância Sanitária do Município, destruiu drogas apreendidas nos últimos anos em operações e ações realizadas pela Polícia Civil, Militar e Rodoviária Estadual.

Foram destruídas drogas relacionadas a 25 procedimentos policiais da Delegacia de Polícia de Gravatal, sendo: 1.441,66 (um quilo, quatrocentos e quarenta e uma gramas e sessenta e seis decigramas) de “maconha”, 60,65g (sessenta gramas e sessenta e cinco decigramas) de “cocaína” e 111 (cento e onze) comprimidos de “ecstasy”. Também foram destruídas drogas de 03 procedimentos policiais da Delegacia de Polícia de São Martinho, totalizando 12,43g (doze gramas e quarenta e três decigramas).

É política da Delegacia de Polícia de Gravatal a destruição constante de drogas, tendo em vista as evoluções da legislação anti-drogas brasileira, que permite a destruição de entorpecentes a partir do momento que se tenha o laudo definitivo destas substâncias. Com a destruição de hoje, foram inutilizadas praticamente todas as drogas apreendidas no município nos últimos tempos.

A Polícia Civil de Gravatal agradece a atenção e suporte da Vigilância Sanitária do Município de Gravatal, os empresários da Cerâmica Torquato (local onde foi feita a destruição), todos os profissionais do Fórum da Comarca de Armazém, além do Ministério Público da Comarca e dos colaboradores da Delegacia de Polícia de Gravatal. Graças à agilidade e eficiência de todos foi possível destruir e inutilizar estas drogas.

Este artigo está em

Join the Conversation