Polícias Civil e Militar prendem mulher de 46 anos apontada como líder de quadrilha voltada para tráfico de cocaína, em Gravatal

Em ação conjunta de Policiais Civis e Militares de Gravatal e Braço do Norte foi presa no início da tarde desta terça-feira, dia 21/08/2018, no bairro Brasília, em Gravatal, uma mulher de 46 anos apontada como líder de uma organização criminosa voltada para o tráfico de “cocaína” no município de Gravatal e região.

A mulher já havia sido condenada em primeira instância a uma pena de 8 anos e 10 meses de reclusão, entretanto estava recorrendo em liberdade desta condenação.

Os outros dois homens, de 43 e 21 anos, apontados como integrantes da quadrilha, encontravam-se recolhidos no Presídio Regional Masculino de Tubarão onde cumprem penas respectivas de 5 anos e 10 meses de reclusão e 6 anos e 8 meses de reclusão.

As investigações foram realizadas por Policiais Civis e Militares de Gravatal em março de 2017 e apontaram que o grupo investigado vendia “cocaína” para diversos usuários de Gravatal e região. Segundo as investigações, o tráfico do grupo era feito principalmente em bares.

O mandado de prisão contra a mulher de 46 anos foi expedido porque o Tribunal de Justiça de SC confirmou a sentença proferida em primeira instância. De acordo com o entendimento do STF, com o julgamento da apelação, o réu já deve iniciar o cumprimento da pena, independentemente se tenha recurso pra o STJ ou STF.

Desde a data de ontem, quando a polícia tomou conhecimento do mandado, passou a realizar diligências para tentar localizar a mulher. Foram realizadas diligências nos municípios de Gravatal, Grão Pará e Tubarão onde se tinha informações dos possíveis paradeiros da mulher. Ela acabou sendo encontrada por Policiais Militares no início da tarde desta terça-feira, sendo encaminhada para o Presídio Regional Feminino de Tubarão.

Informações são da Assessoria de Imprensa da Delegacia de Polícia Civil de Gravatal.

Este artigo está em

Join the Conversation