Energia eólica: Quatro prefeitos debatem tema na Amurel

Uma das maiores obras já planejadas na região, o Complexo de Energia Eólica, em Laguna, que impulsionará o desenvolvimento econômico do sul do estado, será debatido na manhã desta sexta-feira (11), a partir das 10 horas, na sede da Amurel, em Tubarão. O encontro foi articulado pelo prefeito Everaldo dos Santos. Os prefeitos de Capivari de Baixo, Moacir Rabelo, de Jaguaruna, Luiz Arnaldo Napoli, e Tubarão, Olavio Falchetti, devem participar. O diretor do Grupo Open, Leo Riffel, um dos investidores, passará detalhes do estudo de viabilidade de construção do complexo.

Para transformar a energia do vento em energia útil, o projeto do Complexo Eólico Nova Laguna, que prevê a instalação de 65 aerogeradores com hélices de 55 metros, depende do aval de um leilão previsto para novembro. Serão gerados 700 empregos diretos no período de implantação do complexo. Após a conclusão, em 2018, 100 funcionários diretos serão mantidos.

Com investimentos iniciais de R$ 750 milhões, Riffel informa que a obra estará em um ponto estratégico próximo à divisa dos três municípios. “Precisamos discutir a questão, já que serão necessários abrirmos 20 quilômetros de vias, além da construção de uma ponte com injeção financeira do Grupo Open”, observa Riffel.

A empresa já possui as licenças ambientais para o empreendimento. Agora, a empresa prepara outros detalhes, mas tendo a documentação em dia já está cadastrada para o leilão da Aneel, que vai ocorrer em novembro. “Depois do leilão, a empresa tem três anos para a conclusão das obras”, informa Everaldo. O prefeito está empolgado com o dinamismo do empreendimento. “A região receberá um impulso econômico”, prevê. Laguna apresenta um dos melhores potenciais eólicos de Santa Catarina.

Este artigo está em