Profissionais de Armazém participam de capacitação

Os profissionais que atuam nas Secretarias Municipais: de Saúde, de Educação, de Assistência Social e, também, do Conselho Tutelar e da Apae, participaram na manhã da última quinta-feira (27), de uma capacitação continuada, no Centro de Convivência do Idoso, em Armazém. O evento faz parte de uma sequência de treinamentos que vêm ocorrendo ao longo deste ano no município. Nesta etapa a Secretaria Municipal de Saúde fez as apresentações focadas na apresentação da equipe e das responsabilidades de cada um, expondo os programas que faz parte, indicando os serviços ofertados e esclarecendo a maioria deles.

A etapa anterior aconteceu no dia 15 de agosto, quando os profissionais da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação apresentaram os serviços oferecidos e os trabalhos desenvolvidos pela secretaria. Quando foi vivenciado: o objetivo de organizar, de executar e de realizar o comando único da política de assistência social de acordo com os princípios da Política Nacional de Assistência Social, nos parâmetros do SUAS.

Na etapa seguinte será possível compreender a atuação da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte e, também, do Conselho Tutelar. E, um último momento deverá ser programado para que todos os atores envolvidos possam avaliar a dinâmica das capacitações deste ano.

A Secretária Municipal de Assistência Social e Habitação, Vanda Corrêa Arent, confirma a importância de momentos assim. “Sem oportunizar que os profissionais tenham acesso à capacitação não é possível cobrar resultados. Acreditamos que coletivamente todos ganham, seja pessoal ou profissionalmente e, principalmente a população em ser bem atendida”, diz.

A Secretária Municipal de Educação, Cultura e Esporte, Maura Doerner Bruening, concorda com o aproveitamento do momento. “São diversos olhares para o mesmo foco, penso que todos nós podemos melhorar em algo sempre. A integração de nossos profissionais com certeza irá ampliar e qualificar nossas ações”, comenta.

O Secretário Municipal de Saúde, Vanclei da Silva, também confirma a opinião das secretárias. “A qualidade de nossos serviços e dos trabalhos depende de quão qualificados estão. Sem garantir o acesso ao conhecimento não é possível garantir o cumprimento dos direitos da população”, conclui.

Este artigo está em

Join the Conversation