Cabeceira da ponte do centro de Armazém é danificada por fortes chuvas

Na madrugada desta segunda-feira (18), a cabeceira da ponte do Centro, da cidade de Armazém rompeu devido à intensidade das águas do Rio Capivari que corta a cidade, deixando inúmeros moradores isolados.

A ponte permanecerá interditada por tempo indeterminado. A Administração Municipal realizou as primeiras sondagens, porém como informou o Engenheiro responsável, Lucas Neves, neste momento não é possível fazer afirmações exatas, pois o nível do rio está muito acima e o volume das águas impede um diagnóstico preciso dos danos. Mas salientou que a recuperação concluída em novembro do ano passado do pilar, a princípio não foi danificada. Mencionou também que se as águas não prejudicarem ainda mais a cabeceira, danificando o bloco inclinado, talvez seja possível fazer um novo macaqueamento e recuperação da mesma.

Uma visita técnica do engenheiro responsável da Defesa Civil do Estado começou a ser feita no fim da manhã de hoje (18), a Administração Municipal aguarda o laudo e as orientações para que sejam tomadas as devidas providências. Além disso, a cabeceira também deverá ser avaliada pelo engenheiro responsável da Amurel em breve.

O Prefeito Municipal de Armazém, José Benjamim Arent, lamenta o ocorrido e colocou a equipe da Secretaria de Transporte e Obras a disposição para sanar os problemas mais emergenciais junto à população. O Secretário Municipal de Transporte e Obras, Rudney da Rosa percorreu as comunidades fotografando os principais pontos e sua equipe se organiza para iniciar os reparos. E afirmou: “Estaremos fazendo o possível para que a normalidade retorne ao município, porém a recuperação da ponte é algo que exigirá estudos técnicos que não competem aos seus profissionais”.

A situação atual – comunidade de Vila Nova é a mais prejudicada, pois além da interdição da ponte no sentido contrário também não foi possível sair, pois uma grande parte da estrada principal continuava inundada nesta manhã do dia (18), impedido a saída em direção à comunidade de Bom Jesus.

As aulas no dia 18 na E.R. Prof. Lauro Locks e no CEI Nossa Senhora Aparecida estão suspensas. A Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes aguardará as condições climáticas para emitir nota se houver a necessidade de mais dias sem aula.

ASCOM Prefeitura de Armazém / Divulgação ORS

O transporte escolar ficou prejudicado no sentido Vila Nova-Bom Jesus e, também, para a Comunidade de Alemanha, pois de um lado há água sobre a ponte e no outro sentido houve queda de árvore.

A Vila São Bernardo e Vila Medianeira contam com a ponte de pênsil (arame) cuja travessia requer prudência devido ao grande volume das águas.

ASCOM Prefeitura de Armazém / Divulgação ORS

A situação com certeza irá afetar a rotina de muitas pessoas nos próximos dias, mas a princípio há quatro casas na comunidade de Vila Nova que estão com água às portas de suas residências e que deverão receber auxílio por parte da Secretaria de Transporte e Obras para sanar o problema com o bueiro. As famílias das comunidades afetadas diretamente também terão que alterar seu trajeto, poderão utilizar a estrada que leva a Bom Jesus e de lá retornar ao Centro da cidade.

Este artigo está em

Join the Conversation