Armazém registra a quarta morte por COVID-19

A municipalidade informa com pesar que foi registrada a quarta morte por COVID-19 em Armazém neste domingo (16). Trata-se de Adão Oliveira dos Santos, 43 anos de idade que deixa esposa, dois filhos: um de 20 anos e uma bebê de apenas 2 anos de idade.

Segundo informações de um membro da família, Adão era caminhoneiro e tinha comorbidades (arritmia e obesidade). Encontra-se viajando quando sentiu os primeiros sintomas: tosse e febre.

Ao chegar em Armazém dirigiu-se ao posto de saúde e, o paciente, foi encaminhado ao Hospital Santa Terezinha de Braço do Norte. Como já estava com suspeitas, com solicitação de isolamento, o mesmo decidiu ficar hospedado em hotel lá mesmo para evitar contaminar seus entes queridos, relata o familiar.

Dois dias depois sentiu-se mal e voltou ao hospital ficando internado por mais dois dias. Ao passar por exames médicos foram encontradas manchas em seus pulmões, ficando mais dois dias internado no hospital de Braço do Norte. Com o agravamento da doença ele foi encaminhado para o Hospital São José de Criciúma e precisou ser entubado. Lá permaneceu internado na UTI por 26 dias, quando faleceu, concluiu o familiar.

Adão Oliveira dos Santos será sepultado em Armazém.

O município de Armazém solidariza-se com mais esta família que perdeu seu ente querido. Certamente Deus permanecerá no comando para que os corações sejam acalentados.

Ascom Armazém

Este artigo está em

Join the Conversation