“Agradecer… Sempre…” são as palavras que Dona Catarina deixa na Terra após sua luta contra o câncer

Dona Catarina faleceu no dia 21 de julho de 2016 às 15:15h após lutar incansavelmente contra a doença, a mesma sempre se mostrou feliz e valorizou o que a vida lhe ofereceu, não demonstrou fraqueza e sem dúvidas cumpriu sua missão aqui na Terra. 

O relato abaixo foi escrito por seu filho (Abele) em 25 de abril de 2016, e fala da melhora alcançada anteriormente por ela, porém a doença se mostrou mais forte. 

Catarina foi um exemplo de pessoa que alegrava todos. Desejamos que ela encontre a paz, que Deus conforte seus familiares e que todos se lembrem da maneira que ela enfrentou essa doença, com muita coragem e serenidade. Agrdeça, sempre! Independente do que a vida lhe trazer, este foi seu lema.
O funeral acontece na Capela Mortuária São Pedro, no Bairro São Francisco em Armazém. Às 15h de hoje (22) seu corpo estará sendo sepultado, após a missa.

MaeMuitos de nós temos o hábito de somente pedir a DEUS que resolva nossos problemas e nos esquecemos que temos muito mais a AGRADECER do que PEDIR… sabemos que é da natureza do homem. Mas veja o caso a seguir:
Nos tempos modernos de hoje, quando falamos em Neoplasia Maligna, grau IV com Metástase, ou melhor Câncer muito agressivo que se espalhou para outras partes do corpo, ficamos sem nosso “chão”, achamos que tudo está perdido e que iremos morrer. Sim, isso é uma verdade… tudo isso passa pelas nossas cabeças, mas espera aí. E se eu não quiser pensar assim, tenho a liberdade de pensar diferente, como eu quero que a minha vida aconteça.

Foi assim que Catarina Cardoso Verona, professora aposentada, 70 anos, esposo, 3 filhos e netos, natural de Armazém foi diagnosticada com o quadro acima em novembro de 2015 descobriu que estava doente, porém a partir desse dia, da descoberta da doença ela negou estar doente… disse pra si mesma, “- eu não estou doente e tudo de ruim que está dentro de mim, não existe…” “ DEUS sabe o que faz e estou pronta para fazer a sua vontade e se for a vontade dele, estou pronta! ”. Seu pulmão direito estava com 90% tomado pelo câncer segundo exames de imagem. O tratamento de radioterapia não surgeria efeito e somente a quimioterapia é que poderia amenizar a situação e segundo pessoas mais experientes diziam que ela só teria 90 dias de vida no máximo… Pois bem, os filhos esconderam dela esta informação e disseram pra ela que eles estariam ao lado dela a todo o momento e assim aconteceu. Foram aproximadamente 150 dias onde os 3 filhos dela, Evandro, Dirlei e Júnior se revezaram para mostrar a todos que não é bem assim que junto com sua mãe eles iriam vencer a famosa batalha da LUTA CONTRA O CÂNCER. Nunca, jamais abandonaram os tratamentos propostos pelos médicos, onde estes são de extrema importância, pois são cientificamente comprovados que são eficazes para a cura da doença, mas também procuraram outros tratamentos alternativos como oxigênioterapia, imposição das mãos, curas espirituais, chás de todas as plantas medicinais, enfim o desespero era tanto que não estavam rejeitando nada… mas o cuidado com sua mãe era dividido entre os 3 filhos que em nenhum momento a deixaram, todas as noites um dos filhos dormia com ela e na tarefa diária, um filho ficava encarregado das medicações, exames a serem feitos, cuidados dos sinais vitais dela, já o outro ficava com a alimentação, bem estar e higiene dela e o outro filho ficava encarregado da parte jurídica que era a busca pela pílula do milagre da cura, claro que todos se revezavam, pois sempre sobrecarregava mais um que o outro. Lembrando que DEUS sempre esteve presente nesta família, pois Dona Catarina, como é chamada carinhosamente, sempre disse:

“-DEUS em primeiro lugar e após a FAMÍLIA;
-TUDO JÁ DEU CERTO;
-NÃO EXISTE MAL ALGUM DENTRO DE MIM…; -DEUS… MUITO OBRIGADO!”.

Os dias se passaram e após 4 sessões de quimioterapia de 3 dias cada sessão veio o tão esperado dia em que seria feito novos exames, isso em abril de 2016 e após, seria tomada as decisões que iriam mostrar que caminho ela e seus filhos deveriam seguir. Para ela já estaria bom se o tumor em seus pulmões não estivesse mais crescido e se eles tivessem diminuídos já seria melhor, mas para todos veio a grande surpresa, inclusive para um dos médicos que disse assim: “Dona Catarina, impressionante… impressionante como isso foi acontecer, se eu não conhecesse o caso da senhora eu diria que a senhora não tem mais nada da doença em seu pulmão, mas precisamos acompanha-la, volte daqui 3 meses…”, a emoção tomou conta. Tão logo saíram do consultório médico eles foram agradecer a DEUS em uma capela que existira naquela região e lá somente foram para AGRADECER a DEUS por mais esta lição de vida, onde estar com DEUS É O MELHOR CAMINHO.

Mae1Este texto foi escrito por um de seus filhos que vem dizer para aqueles que estão na LUTA CONTRA O CÂNCER, que NÃO ESQUEÇAM de DEUS, AGRADEÇAM SEMPRE, a tudo e a todos, todos os dias, pois sabemos que não é fácil estar com uma pessoa doente em casa, ainda mais um ente querido, mas a UNIÃO FAMILIA, a VONTADE DO PACIENTE em VENCER a doença e DEUS EM PRIMEIRO LUGAR (seja qual for o seu Deus) são essenciais para vencer qualquer batalha. A luta ainda não terminou, pois todos nós temos um Câncer dentro de nós, mas temos que cuidar dele, assim como Dona Catarina que irá somente fazer acompanhamento como manda os protocolos de medicina.

Por fim, não se vence sozinho, se vence graças aos pensamentos positivos e orações de cada um de vocês que conhecem Dona Catarina, em nenhum momento deixou o seu terço de lado, grudado na mão dela e nunca deixou de rezar por cada um que rezava por ela. Agradecimento todo especial à DEUS, BEATA ALBERTINA, Pe. SILVESTRE FELIPPI, NOSSA SENHORA APARECIDA e a tantos outros Santos e Santas que estão presente com ela.

“VALE A PENA LUTAR por qualquer doença, mas deve-se ter dedicação e fé…”

DEUS… MUITO OBRIGADO!

Este artigo está em

Join the Conversation